Mulheres iniciam ciclo de debates da Folha

Participaram do evento as candidatas Carmen Seibt, da Aliança Avança Canela (PP/DEM/PSD), e Cintia Lacerda Barbosa, da Aliança Pró-Canela (PDT/PCdoB/PT/PEN). As candidatas da Aliança Democrática Trabalhista (PSDB/PTB) e Canela Grande de Novo (PMDB/PPS), apesar de terem confirmado a participação, não compareceram ao evento.

Carmen e Cíntia responderam, cada uma, três perguntas enviadas pelos leitores da Folha, sobre Turismo, Cultura, Saúde, Saneamento Básico e Papel da Câmara de Vereadores.

Em um tom conciliador, as candidatas enfatizaram o fato de o vereador não ser executivo, ou seja, não é o responsável por realizar obras, mas afirmaram que pretendem participar das discussões para políticas públicas.

Cíntia Lacerda frisou o compromisso de sua coligação em retomar os eventos que a cidade “deixou morrer” e fortalecer a produção cultural. Em suas considerações finais, assumiu o compromisso de trabalhar pelas mulheres canelenses e convocou as eleitoras a participar da política, não apenas em tempos de eleições, mas na formação e na defesa de políticas públicas para as mulheres.

Já Carmen Seibt respondeu sobre a situação da rodoviária de Canela e do serviço de esgoto cloacal realizado pela Corsan. No caso das duas concessões, há problemas e segunda a atual vice-prefeita e candidata à uma cadeira na Câmara, seu grupo de governo está disposto a agir firme na cobrança do cumprimento dos contratos e, no caso da Corsan, até mesmo não descarta a rescisão do contrato. Nas considerações finais, Carmen elogiou a campanha eleitoral que tem mantido o nível de educação e respeito, com os candidatos preocupados em mostrar as suas propostas, deixando de lado ataques pessoais.

Os próximos debates que serão realizados pela Folha acontecem na quinta, 15, com candidatos a vereador, e na sexta, 16, com os candidatos a vice-prefeito.

Cintia Barbosa e Carmen Seibt
Cintia Barbosa e Carmen Seibt

Mulheres são 52% do eleitorado

Esta eleição é diferente em Canela, pelo menos neste século. Sim, porque desde as eleições de 2000, e foram quatro, é a primeira vez que uma mulher não faz parte da chapa majoritária. Desde 2000, sempre tivemos pelo menos uma mulher como candidata a vice.

Na Câmara Municipal de Vereadores, temos mulheres desde 2000 também. Em uma legislatura, tivemos duas.

Os números não são exclusividade de Canela. No País e em nossa cidade as mulheres representam 52% dos eleitores, mas elas não elegem mais de 20% dos cargos eletivos do Brasil.

Pensando nisso, através de sugestões de leitoras, a Folha de Canela optou por fazer um debate apenas com candidatas mulheres, mesmo que sejam apenas ao cargo de vereadoras.

Para o diretor da Folha de Canela, o debate realizado na última quinta vem para fortalecer a participação feminina na política e utilizar a tecnologia para levar o jornalismo de uma forma diferente aos canelenses.

Transmissão ao vivo pela internet do debate das candidatas mulheres
Transmissão ao vivo pela internet do debate das candidatas mulheres (Fotos: Ricardo Varela)