Início Destaque Professores canelenses da rede estadual aderem a paralisação

Professores canelenses da rede estadual aderem a paralisação

Continua depois da publicidade

Na manhã de hoje, 03, as aulas foram suspensas na maioria das escolas públicas da cidade de Canela. A direção das Escolas Estaduais Danton Corrêa da Silva, Neusa Mari Pacheco, Adolfo Seibt, Luiza Corrêa, João Corrêa, Carlos Wortmann e Pedro Oscar Selbach reuniram-se para decidir se seguiriam as orientações do Centro dos Professores do RS (CPERS), referente a greve dos servidores estaduais que ocorre em todo o Estado, por conta do parcelamento dos salários.

O secretário da Fazenda do Rio Grande do Sul, Giovani Feltes, confirmou na última sexta-feira, 31, o parcelamento dos salários dos servidores estaduais, que conforme anunciado será pago em três parcelas: a primeira, no dia 31 de julho, em que os servidores públicos receberam R$ 2.150,00. Outra parte, equivalente a R$ 1 mil, deve ser depositada no dia 13 de agosto e aos funcionários que recebem salário superior a R$ 3.150,00, o restante será pago do dia 20 até 25 de agosto.

Segundo a direção da Escola Luiza Corrêa, uma das orientações da CPERS é que os professores façam uma paralisação parcial. “A partir de amanhã faremos um horário reduzido. Haverá aula das 8h às 10:30 e das 13h às 15:30”, informam.

Nas demais escolas, uma reunião está programada para o final da tarde de hoje, 03, a fim de definir se os professores continuarão com a paralisação ou se farão horários reduzidos, pelo menos até o dia 18, quando deverá ocorrer uma grande paralisação. 

Mais de 1.000 alunos ficam sem aulas na Escola Danton Corrêa (Foto: Nicole Cavallin)