Início Destaque Prefeitura de Canela fará paralisação em protesto à distribuição de impostos

Prefeitura de Canela fará paralisação em protesto à distribuição de impostos

Continua depois da publicidade

A Prefeitura Municipal de Canela paralisará suas atividades nesta sexta-feira, 25, aderindo ao Movimento do Bolo, instituído pela Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS). Para tanto, serão realizados apenas trabalhos internos.
Durante a ação serão distribuidos panfletos com informações sobre o desequilíbrio da distribuição de verbas, com o objetivo de sensibilizar a comunidade, sobre as dificuldades que os municípios enfrentam para realizar o orçamento anual.

O Movimento do Bolo faz alusão à pequena fatia dos municípios na divisão do bolo tributário e deverá chamar a atenção da sociedade para a grave crise financeira enfrentada pelas prefeituras. Apenas 18% do montante dos recursos arrecadados com impostos retornam aos municípios. A União fica com a maior fatia, 57%, enquanto os Estados recebem 25% do bolo. 

O movimento da Famurs não é contra os governos federal e estadual, mas em favor dos municípios. A mobilização defende o novo Pacto Federativo, necessário para promover a distribuição justa do bolo tributário. 
Em protesto a isso, as prefeituras paralisarão os atendimentos, decretando ponto facultativo parcial ou integral, mantendo apenas os serviços essenciais. A mobilização deverá seguir a orientação regional, priorizando o transporte de servidores até os pontos de bloqueio de rodovias, federais ou estaduais. A passagem de ambulâncias e carros da área da saúde deverá ser permitida.

O prefeito Cléo Port externa sua opinião, dado ao momento em que passa o Município, agravado pela crise, mas especialmente pela desigualdade na distribuição dos recursos com Estado e União. “A vida acontece nos municípios e são os que menos recebem percentual da divisão de impostos”, salienta.