Início Destaque Autor da morte de Gilberto Rosa e roubo de carro de empresária...

Autor da morte de Gilberto Rosa e roubo de carro de empresária é preso

Foto: Reprodução / Facebook
Continua depois da publicidade

O suspeito é conhecido como um dos maiores ladrões de carros da Região das Hortênsias e de Caxias do Sul

Joelson Barros de Jesus, 26 anos, o Tartaruga, foi preso na madrugada de hoje, 25, no Balneário Arroio do Silva, em Santa Catarina, pela Polícia Civil daquele Estado, que cumpriu mandado de prisão preventiva expedido pela Comarca de Canela, a pedido do Delegado Vladimir Medeiros.

Ele é suspeito de autoria no assassinato de Gilberto Rosa, 51 anos, o Terrão, e do roubo à mão armada do Honda Civic, placas ISI 7337, há duas semanas em Canela. Joelson ainda portava uma arma de fogo, possivelmente utilizada em ambos os crimes.

O assassinato

O crime acontecido em Canela, conforme divulgado pela Folha de Canela com exclusividade na semana passada, tem ligação com outro ocorrido em Caxias do Sul.

A ligação entre os dois casos surge em 29 de dezembro de 2015, quando Elias Irineu da Silva, 27 anos, é dado como desaparecido em Caxias do Sul. Joelson Barros de Jesus teria ligações com familiares de Elias, os quais tinham convicção que Terrão tinha algum envolvimento em sua morte ou sabia da localização do corpo.

Em 06 de janeiro, Joelson e pelo menos mais quatro pessoas teriam vindo à Canela acertar as contas com Terrão, pois queriam levantar a localização do corpo. Na manhã do dia 07 de janeiro, o corpo de Terrão foi encontrado com sinais de tortura, na Fazenda do Ipê, estrada para o Passo do Inferno. A perícia detectou tiros  nos joelhos e ombros, uma orelha arrancada e o tiro de misericórdia, na boca, o que caracteriza execução.

Casualmente, o corpo de Elias foi encontrado no mesmo dia, decapitado, às 13h, em Campestre da Serra, na divisa com Caxias do Sul. A identificação foi realizada pelas impressões digitais. A informação é de que existe um inquérito em Caxias do Sul que ainda está investigando a participação de Terrão na morte de Elias.

A Polícia de Canela já tinha o crime elucidado antes mesmo de o corpo ser encontrado. O delegado de Canela pediu as prisões provisórias de todos os suspeitos, as quais ainda não foram autorizadas pelo Judiciário.

O roubo a mão armada

Em uma rede social, Joelson ostentava fotos com os veículos roubados. Foto: Reproução / Facebook
Em uma rede social, Joelson ostentava fotos com os veículos roubados. Foto: Reprodução / Facebook

Tartaruga havia sido identificado pela Polícia Civil de Canela horas depois do roubo do Honda Civic, através das câmeras de segurança, tendo o Delegado Vladimir Medeiros representado pela decretação da prisão preventiva do criminoso. Joelson foi preso pelo roubo à mão armada, e não pelo assassinato.

Em investigação policial, ainda foram descobertas fotos em uma rede social de Joelson e uma mulher com o carro roubado em Canela.

 

 

Joelson já havia sido preso em 2014 por furtos de carros na Região das Hortênsias

Em julho de 2014, Joelson Barros de Jesus foi preso em Caxias do Sul por meio de um mandado de prisão preventiva solicitado pelo delegado de Canela, Vladimir Medeiros.

Na época, Joelson era suspeito de praticar vários roubos em Canela e depois de investigações policiais foi identificado como um dos maiores ladrões de carros da Região de Caxias do Sul e da Região das Hortênsias.

 Entenda o caso com o infográfico: