Início Polícia Mulher morta em Caxias foi professora em Canela

Mulher morta em Caxias foi professora em Canela

Continua depois da publicidade

Márcia Regina Pazzeto Moraes, 38 anos, foi localizada pela polícia às 7h50min da manhã desta terça-feira, dia 12, em uma estrada vicinal na localidade de São Giácomo, na divisa de Caxias do Sul com Farroupilha.

Ela era professora e havia trabalhado nas escolas Coopec e Danton Corrêa, em Canela.

Ela foi abordada por dois homens na noite de segunda-feira, dia 11, às 23h30min enquanto aguardava uma amiga em um prédio na esquina das ruas Bento Gonçalves e Borges de Medeiros. A amiga da vítima viu os homens entrando no carro de Márcia e ouviu tiros, mas quando chegou na rua o carro não estava mais lá.

marcia moraes2

Por volta da meia-noite, uma estudante que voltava da faculdade viu o VW/Fox vermelho, placas IVP 6222, da vítima. O pai da estudante tentou acionar a polícia durante a madrugada mas não obteve sucesso, pela manhã ele conseguiu contato com a polícia que localizou o corpo.    A polícia trabalha com a hipótese de latrocínio como motivação para o crime. Como Márcia era ex-policial militar, e possuía uma arma, não está descartada a possibilidade de que ela tenha reagido ao assalto. Os assassinos fugiram levando o revólver da vítima.

A vítima era natural de Santa Maria, e trabalhava como papiloscopista (profissional responsável pela coleta, armazenamento e identificação de impressões digitais) do Instituto Geral de Perícias (IGP). Formada em física pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Márcia também era professora em uma escola no distrito de Galópolis, em Caxias do Sul.

Com informações de Gerson Júnior – Portal leouve.com.br – Grupo RSCOM

Foto: William Mota/Grupo RSCOM