Início Polícia Falso pastor será indiciado por assediar sexualmente três meninas

Falso pastor será indiciado por assediar sexualmente três meninas

Continua depois da publicidade

A Polícia Civil de Canela investiga a prática de assédio sexual contra três meninas em Canela.

O autor, segundo apurado pela Delegacia de Polícia de Canela, apresenta-se às famílias das vítimas como se fosse pastor, mas na verdade trata-se de um fiel que costuma auxiliar o pastor de uma igreja e realizava algumas palestras.

As vítimas relataram à Polícia Civil que eram levadas pelo investigado aos cultos da Igreja de carro, quando ocorriam as abordagens, configurando-se assédio sexual. Ele oferecia dinheiro às meninas.

No início da tarde de hoje, 31, policiais civis da Seção de Investigação receberam a informação de que uma adolescente teria sido chamada pelo investigado para um encontro. Os policiais civis dirigiram-se ao local dos fatos, constatando a chegada do investigado, conforme relatado pela vítima. O encontro aconteceria no bairro Saiqui, fora das dependências da Igreja.

O investigado foi detido antes que pudesse se aproximar da vítima, sendo conduzido à DP. O delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia e responsável pelas investigações, informou que o Cartório de Vulneráveis possui outros dois inquéritos policiais em andamento em que o falso pastor é investigado. Ele foi detido, conduzido à Delegacia de Polícia, interrogado e, após, liberado, tendo em vista que não chegou a se configurar o flagrante.

Os inquéritos policiais devem ser concluídos ainda esta semana, dos quais suspeita-se de assédio sexual contra uma menina e duas adolescentes. A identidade das vítimas, bem como a do suspeito não foram divulgadas pela Polícia por envolver menores.

Foto: Reprodução