Início Meio Ambiente Vereadores são barrados em canil da Linha São Paulo

Vereadores são barrados em canil da Linha São Paulo

Foto: Reprodução/Facebook
Continua depois da publicidade

Três vereadores tentaram visitar o polêmico canil instalado na localidade de Linha São Paulo, zona rural de Canela, mas foram barrados.
A visita aconteceu na última semana, quando o vereador gramadense Evandro Moschen e os canelenses Vilmar Santos e Roberto Grulke, todos do PMDB, tentaram conhecer as instalações onde estão abrigados 44 animais que estavam sob responsabilidade da ONG Consciência Animal. Eles foram transferidos no fim de janeiro, quando o canil da entidade gramadense foi desativado por força de um Termo de Ajustamento de Conduta entre o Município, o Ministério Público e a ONG.
Segundo Moschem, o proprietário do canil canelense afirmou que não poderiam fiscalizar o local por se tratar de propriedade particular. “Ele informou que chamaria a Polícia, mas argumentei que poderia acioná-la, pois nós estávamos ao lado da lei, já que é nossa prerrogativa fiscalizar onde é empregado o dinheiro público do cidadão gramadense”, disse.
Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura de Gramado informou à Rádio Gramado FM, Evandro Moschen não foi barrado: “Como já informamos diversas vezes, e ele mesmo foi comunicado pessoalmente, é necessário um pré-agendamento para visita aos locais onde estão os animais. Com acompanhamento de um funcionário da Vigilância em Saúde, qualquer pessoa pode visitar os espaços”.

Uma nova visita está em tratativas para a semana que vem. Em Canela, os vereadores peemedebistas fizeram pedido de informações acerca das instalações do canil.