Início Geral Prostituição no Cemitério Municipal de Canela

Prostituição no Cemitério Municipal de Canela

Continua depois da publicidade

Cemitério tem até uma moradora viva…

Quem não gosta de cemitério por ter medo de fantasma, não deve nem chegar perto do Cemitério Municipal, um dos mais antigos de Canela, mas o espaço, acredite, tem como menor problema os possíveis espíritos que podem sair dos jazigos para importunar algum visitante indesejado.

Alvo de depredações e furtos, além de ponto de consumo de drogas, o Cemitério Municipal agora tem prostituição e uma moradora, viva.

O vereador Carlos Oliveira, o Carlão (PDT), entrou com um pedido, nessa semana na Câmara de Vereadores, para que a Prefeitura Municipal instale câmeras de monitoramento no Cemitério Municipal.

Carlão conhece bem o local, já que é lá que trabalha como funcionário concursado na Prefeitura. Ele justifica o pedido dizendo que sempre ouve arruaceiros e furtos no Cemitério, à noite, sendo o local inclusive utilizado para o consumo de drogas.

Porém, nas últimas semanas, mais pessoas tem frequentado o cemitério, para realização de programas sexuais.

Uma das mulheres que realizam ponto no cemitério, além de se prostituir ali, utiliza as dependências para morar. Carlão disse que já tentou conversar com a jovem, que é de família canelense, mas que até o momento ela se recusa a deixar o local e fazer um tratamento, já que é usuária de drogas.

A ideia do vereador é identificar quem invade o cemitério à noite, já que o espaço está fechado para o público a partir das 18h, para que possam ser tomadas providências.

O certo é que, se nada for feito, o problema deve aumentar e com o exército de craqueiros zumbis que atormentam Canela à noite, nem os mortos podem descansar.

Foto: Francisco Rocha/Arquivo Folha