Início Cultura Primeira peça produzida pelo Estúdio de Pesquisa Teatral trata da violência contra...

Primeira peça produzida pelo Estúdio de Pesquisa Teatral trata da violência contra a mulher

Continua depois da publicidade

Nos dias 25 e 27 de agosto, às 21h, estreia em Canela a primeira peça produzida pelo Estúdio de Pesquisa Teatral comandado pela atriz e diretora Lisiane Berti: “Cabeças Autônomas”.

O espetáculo traz ao palco dez mulheres entre 16 e 65 anos com histórias diferentes que irão falar sobre a violência em relação a mulher, destacando a violência que as próprias mulheres provocam a si mesmas. A peça é pioneira em trazer o tema ainda inédito nos palcos da Serra Gaúcha.

“São dez histórias diferentes, dez corpos diferentes, dez mentes transgressoras com personalidades fortes que irão falar sobre a violência em relação a mulher, sobretudo a violência que ela faz a ela mesma, todos os dias, quando se aniquila, se vitimiza, não denuncia, se deprimi, não luta, continua em relacionamentos abusivos e se preocupa com o que os outros pensam desde o nascimento até a morte, num ciclo de vida, buscando resgatar o seu sagrado, a sua totalidade, sua essência e seu empoderamento feminino”, explica a diretora Lisiane.

“Cabeças Autônomas” é o primeiro trabalho desenvolvido pelo Estúdio de Pesquisa Teatral que abriu suas portas em março em Canela para ser um espaço inédito para discutir, desenvolver e utilizar o teatro como ferramenta de autoconhecimento.

Os ingressos já estão à venda no valor de R$ 30,00 antecipado, no Aroma Literário e Fundação Cultural de Canela, e R$ 50,00 no local. As apresentações acontecem no Teatro Casa de Pedra.