Início Polícia Vereador de Novo Hamburgo é preso por suspeita de ordenar homicídio em...

Vereador de Novo Hamburgo é preso por suspeita de ordenar homicídio em Canela

Continua depois da publicidade

O vereador de Novo Hamburgo Fernando Lourenço (SD), conhecido como Fernandinho, foi preso na manhã desta sexta-feira, 06, na sua casa. Lourenço é investigado por ser o mandante de quatro homicídios praticados em Canela, Novo Hamburgo, Três Coroas e Portão, integrar uma facção criminosa e tráfico de drogas. Na casa de Lourenço foi apreendido um revólver calibre .38, furtado. Ele, que é apontado como uma das principais lideranças da facção criminosa, foi encaminhado ao sistema prisional.

A suspeita da Polícia Civil é de que Fernandinho tenha participação na morte de Adalberto Pinto Gomes, de 50 anos, o Piti, que foi assassinado com cerca de 30 tiros na sala de sua casa na entrada do bairro Chacrão, no dia 20 de julho deste ano. A vítima era ligada a jogos ilícitos na região.

Durante as investigações, apurou-se que o crime teria sido pratico por facção criminosa que pretende tomar o comando dos jogos ilícitos na região.

A Polícia Civil de Canela realizou, na manhã de hoje, 06, operação policial na Região Metropolitana, após obter junto ao Poder Judiciário de Canela a expedição de sete mandados de busca e apreensão, os quais foram cumpridos, nas cidades de Novo Hamburgo, São Leopoldo e Campo Bom.

Durante as buscas, realizadas em conjunto com a Delegacias de Três Coroas, Furto e Roubo de Veículos de São Leopoldo e Homicídios de São Leopoldo, a Polícia Civil apreendeu arma de fogo, munições, documentos e cerca de RS 16.000,00 em dinheiro.

O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela, informou que parte das investigações deu-se em conjunto com a Delegacia de Furtos e Roubos de São Leopoldo, em que é titular o Delegado Rodrigo Zucco, tendo em vista que o grupo investigado é suspeito da prática de outros homicídios na Região Metropolitana. Na ação de hoje, participaram, ao todo, cerca de 25 policiais civis.

Foi preso também, em São Leopoldo, um homem que é considerado o matador da quadrilha. Contra ele havia dois mandados de prisão por homicídio. Ele já possuí 12 anos de condenação pelo mesmo crime.

Vereador de Novo Hamburgo foi preso em sua residência
Vereador de Novo Hamburgo foi preso em sua residência