Início Cultura Rodeio de Canela fará homenagens durante o evento

Rodeio de Canela fará homenagens durante o evento

Fotos: Arquivo/Folha - As provas campeiras vão distribuir mais de R$ 50 mil em prêmios
Continua depois da publicidade

Faltam poucos dias para iniciar a 34ª edição do evento canelense, o primeiro do ano, pelo calendário do MTG

A 34ª edição do Rodeio Crioulo Nacional de Canela contará com 18 modalidades de provas campeiras, que iniciarão no dia 10, e 20 modalidades de provas artísticas, que ocorrerão no domingo, dia 14. Peões e prendas de invernadas artísticas de todo o Rio Grande do Sul e também de Santa Catarina são esperados para o evento.

Além das provas, que cultuam as tradições gaúchas, o evento contará também com três fandangos, para a festa ficar ainda mais animada: Grupo Os 4 Gaudérios e Eh Vanera, João Luiz Corrêa e Grupo Campeirismo e, Grupo Querência, na quinta-feira, sexta-feira e sábado, respectivamente, serão responsáveis pela animação dos bailes, que acontecem no Parque do Saiqui.

Mas, para a patronagem do CTG Querência, homenagear pessoas importantes para a entidade deve fazer parte de um grande evento como o Rodeio. Na noite da quinta-feira, 11, será inaugurado o Galpão Sidnei Santos, construído embaixo da secretaria campeira do Parque. Uma justa homenagem a todos que trabalharam, na década de 70, para criação e instalação do Parque de Rodeios.

Sidnei Santos, homem que honra as tradições gaúchas até hoje, foi uma das pessoas que idealizou e tomou a frente dos trabalhos, buscando a doação do terreno para a Prefeitura Municipal. As terras foram doadas por Willibaldo Rinaldo Dietrich e, então alguns peões do CTG Querência lá trabalharam, roçando, delimitando o espaço da cancha de laço, construindo a secretaria, que na época era de madeira e realizando outras obras necessárias.  O material utilizado foi todo doado por empresários canelenses e a mão de obra, toda voluntária.

Foto: Reprodução – Valter Oliveira é integrante da comissão que administra o CTG e um dos organizadores do Rodeio

No 12 de janeiro, a tarde, antes de iniciar a prova de tiro de laço Taça Cidade, que nesta edição será em homenagem a Dário Reis, o diretor campeiro do Movimento Tradicionalista Gaúcho – MTG José Araújo será responsável por homenagear Pery Fogaça, Pedro Bohrer, Sadi José da Silva e, Erian Fogaça, homens campeiros, que sempre participaram do evento e partiram para a Estância Divina neste ano.

O Parque de Rodeios Saiqui recebeu manutenção e melhorias para receber os participantes e também ao público que prestigia o evento para assistir suas atrações, com apoio da Prefeitura Municipal.

O Rodeio de Canela acontece de 10 a 14 de janeiro, no Parque dos Saiqui, com entrada gratuita e o estacionamento terá custo de 15 reais. A decisão da cobrança de estacionamento é para que o trânsito seja melhor organizado. Mais informações pelo fone (54)3282-2666.

O Rodeio Crioulo de Canela é uma realização do CTG Querência com apoio da Prefeitura Municipal e Brigada Militar.

A Gineteada, uma das principais atrações do evento, neste ano, além de premiação em dinheiro, classifica os cinco melhores para o Rodeio de Vacaria

Evento acontece sem recursos da Prefeitura

Esta será a primeira vez que o Rodeio de Canela acontece sem o auxílio financeiro da Prefeitura de Canela, que tradicionalmente repasse cerca de R$ 40 mil para a realização do evento.

O fato de o poder público não repassar verbas ao CTG Querência de Canela está ligado à falta de prestação de contas da patronagem referente ao Rodeio anterior e uma série de problemas administrativos e financeiros enfrentados pela entidade durante aquela gestão.

Essas irregularidades não permitem que, legalmente, a Prefeitura repasse valores ao CTG.

Durante os últimos dias várias reuniões aconteceram, tentando liberar os recursos, o que não aconteceu, e o evento esteve até mesmo ameaçado de não acontecer.

Para Valter Oliveira, capataz campeiro e membro da comissão que administra o CTG atualmente, “a entidade vai buscar judicialmente uma responsabilização pelas dívidas contraídas anteriormente, na figura dos administradores, tentando desvincular a entidade”.

A comissão provisória trabalha para gerir a entidade e organizar este evento.

“Este dinheiro faz muita falta, mas temos estrutura humana, coragem e empenho dos integrantes do Querência para receber nossa comunidade e participantes da melhor forna”, explica Valter. “Alguma coisa de estrutura será diminuída, por conta da falta de recursos”, finaliza.

A Prefeitura tinha previsto um repasse de R$ 45 mil para o evento deste ano, porém, mesmo com o impeditivo legal de auxiliar financeiramente o Rodeio, segue auxiliando na parte de infraestrutura do parque.