Início Polícia Idosa e neto ficaram amarrados dentro de relojoaria durante assalto

Idosa e neto ficaram amarrados dentro de relojoaria durante assalto

Fiat Uno seria usado para fuga na zona rural de Canela
Continua depois da publicidade

Após frustrar o assalto na Relojoaria Central em Canela, a BM encontrou a proprietária e seu neto, que trabalhavam no local, amarrados em um quarto nos fundos do estabelecimento. A porta de ferro estava fechada, para que evitar que alguém pudesse ouvir algum tipo de pedido de socorro.

A Brigada Militar apurou ainda que o jovem que dirigia o automóvel Onix, que seria usado para fuga, é morador de Canela.

O jovem criminoso é filho de Leandro Foss, conhecido como Piti, com diversos antecedentes criminais, entre eles um assalto na localidade de Rancho Grande, em Canela, onde ele e uma quadrilha praticaram agressões físicas e ameaças com três armas de fogo a um casal, que é proprietário de um mercado, e os filhos menores de idade, foram amarrados, amordaçados e trancados. Neste assalto, Piti, que usou comparsas de fora da cidade, roubou o veículo da família, valores em dinheiro e pertences pessoais.

Piti está preso em Nova Prata e foi desta casa de detenção que ele arquitetou o roubo à relojoaria e recrutou os comparsas, todos da Região Metropolitana. Um deles é detento do regime semiaberto em Porto Alegre.

Além disso, a quadrilha pretendia trocar de carro, durante a fuga. Para isso, dois outros criminosos aguardavam os assaltantes em uma localidade rural, na estrada do Chapadão, que dá acesso à ERS 115, em Três Coroas. Os bandidos utilizavam um veículo Fiat Uno prata, alugado. Eles também foram presos pelo POE.

Bandidos foram identificados pela guarnição da BM

O assalto à relojoaria, que fica na Av. Júlio de Castilhos, centro de Canela, acontecia por volta das 09h da manhã de hoje, 07.

A guarnição local da BM estranhou a presença de dois homens, bem vestidos, fechando a porta de ferro do estabelecimento e acionaram o POE – Pelotão de Operações Especiais.

O POE chegou ao local no momento em que o veículo GM/Onix preto encostou em frente a relojoaria, vindo da Rua Fernando Ferrari e realizou a abordagem. Não houve resistência por parte dos criminosos.

Os assaltantes foram presos em flagrante, a mercadoria recuperada e uma arma foi apreendida. Eles usavam um veículo clonado, o GM Onix preto, que havia sido roubado em Porto Alegre no dia 05 de fevereiro.

Foto: Reprodução/BM