Início Especial Mulheres são melhores motoristas, diz Detran/RS

Mulheres são melhores motoristas, diz Detran/RS

Continua depois da publicidade

Elas são mais prudentes e mais cuidadosas. O que as seguradoras há anos levam em conta para calcular o valor do seguro de veículos para mulheres continua valendo no Rio Grande do Sul. As mulheres representam hoje 34% do cadastro de condutores no Estado, mas foram responsáveis por somente 27% das infrações de trânsito em 2017.
Apesar de serem mais da metade da população, representaram 21% das mortes em acidentes de trânsito, a maioria das vezes no papel de passageiras/caronas (49%) ou pedestres (32%). O levantamento que analisa um período de 11 anos foi feito pelo DetranRS para este Dia Internacional da Mulher em 2018.
De 2007 a 2017, a participação das mulheres no papel de condutoras passou de 27% para 34% do total. Hoje elas são 1,7 milhão de habilitadas para dirigir carros, motos, caminhões, ônibus, tratores e todo tipo de veículo automotor. Mas as duas rodas vêm ganhando a preferência das gaúchas. Elas já são 41% dos habilitados na categoria A (em 2007 eram 22%).

Infrações
Embora tenham aumentado sua participação como responsáveis pelas infrações no período, as mulheres ainda são minoria entre os motoristas flagrados desrespeitando as leis de trânsito. Em 2007, elas eram responsáveis por 21% do total de infrações registradas no Rio Grande do Sul. No ano passado, essa proporção aumentou para 27,4%, mas ainda bem abaixo da representação das mulheres no cadastro de condutores (34%). As infrações mais flagradas de motoristas mulheres são excesso de velocidade e estacionamento em local proibido.

Em Canela
O Detran não disponibiliza números por município com o número exato de condutoras mulheres por município, mas sabe-se que elas representam, em média, 34% das habilitações, desta forma, podemos dizer que temos algo em torno de 6.884 mulheres ao volante em Canela.

Confira alguns dados de pessoas habilitadas na região: