Início 360 Graus 360Graus por Francisco Rocha: Cedência das áreas públicas para a iniciativa privada,...

360Graus por Francisco Rocha: Cedência das áreas públicas para a iniciativa privada, País da Piada Pronta e mais

Continua depois da publicidade

Cedência das áreas públicas para a iniciativa privada
A Prefeitura anunciou o início do processo de cedência do Parque do Palácio e do Parque do Pinheiro Grosso para a iniciativa privada.
Mas é aí que me refiro. Eu sou da opinião que quanto menos Estado, melhor.
Ao mesmo tempo que o poder público assina um atestado de que não é competente o suficiente para manter estas áreas (vide prédios públicos interditados na semana passada), acerta ao entregar os parques para quem é da área e sabe lidar com turismo.
Poder público tem que se preocupar com saúde, educação e segurança…

Cedência II
Fato é que parte da comunidade canelense ficou surpresa com esse processo de cedência, quase ninguém estava sabendo que aconteceria e como aconteceria.
Um cliente, empresário da cidade, após ver o vídeo que a Folha colocou na internet ontem, ligou espantado. Ele me questionou sobre a oportunidade de concorrência e as garantias que o Município terá de que os projetos serão concluídos, principalmente o do Parque do Palácio.
Como tudo está no início, e mesmo que em algum momento alguém tenha pensado em inexibilidade de licitação, ainda têm muita água para passar embaixo da ponte, inclusive aprovação legislativa.
De qualquer forma, o edital de concorrência deve ser aberto nos próximos 30 dias e qualquer um pode se habilitar a empreender nas duas áreas.
Já quanto às garantias, diz o secretário de Governo, Vilmar Santos, que, se aprovados os projetos, cada contrato terão os prazos de execução e as penalidades por não cumprimento dos mesmos.

País da piada pronta
Essa do secretário Municipal da Saúde, Jean Spall, processar o município buscando R$ 100 mil para custear seu tratamento de saúde é outra piada pronta. Claro que neste valor também tem o dano moral, mas, veja bem, a saúde em Canela não funciona de tal forma que até mesmo o secretário optou pela judicialização.
É ou não é uma piada.
Nessas de perseguição política, já teve muito funcionário bom que ficou encostado na Prefeitura e é uma prática comum de todos os partidos, inclusive do MDB do Jean Spall.
Eu posso falar, pois, já fui deixado no banquinho de reserva, mofando, pelos três últimos prefeitos…
Têm coisas que até podem ser legais, mas não são lá tão morais, né? Esse é um caso.
Até porque a saúde em Canela sempre foi uma área que não se destacou, em praticamente nenhuma gestão.
Mas, especificamente, neste caso do atual governo, ficam algumas impressões que existem ranços, como no caso do Hospital. É uma opinião do gestor que este não é um problema da Prefeitura.
O pior de tudo isso não é nem o atual secretário vencer o processo na Justiça, o pior, além de ele ter processado, é que isso tudo vai ficar por isso mesmo e o fato vai cair no esquecimento…
É assim que a banda toca por aqui.

Cavalos soltos e carroças
O bicho pegou na última sessão da Câmara, sem trocadilhos.
Isso tudo devido aos últimos fatos envolvendo cavalos soltos na cidade e os acidentes envolvendo carroceiros.
O pessoal tá cobrando uma posição da Prefeitura, mas até agora, nada… nenhum sinal de fumaça.
O que mais me assusta nisso tudo é o espanto das pessoas com a inércia da Prefeitura nesta área.
Meu palpite: não vai acontecer nada e se acontecer vai ser uma medida paliativa e bem fraquinha.
Espantoso, não?

Beron deve deixar Canela
A confirmação da promoção do Capitão Beron, que comandava a Brigada Militar de Canela, aconteceu na coletiva da Brigada Militar, na última terça, 17.
Com a nova patente, Major, ele deverá ser destacado para trabalhar em outra cidade. Por enquanto, a Capitã Maldener, comandante de Gramado, segue respondendo por Canela.

Efetivo
Canela segue na busca de mais efetivo para a Brigada Militar. Maldaner destacou que a vinda de mais policiais militares para a região passa pela instalação de uma central de monitoramento integrada das cidades da região, o que está sendo estudado pela Brigada Militar para as 11 cidades que são atendidas pelo 1º Batalhão de Áreas Turísticas, ou, pelo menos, pelas principais da região.
Ninguém confirma, as a vontade é de que esta central fique em Canela.

Regime fechado no presídio
Ainda na coletiva da última terça, o juiz de Canela, Vancarlo Anacleto, falou de uma adequação realizada no presídio estadual, onde foram ampliadas as vagas do regime fechado.
Segundo Vancarlo, as vagas passaram de 60 para 90, porém, são 193 detentos nesta ala, aqui em Canela, logo, a necessidade de uma solução para o problema segue.

Cadeias da Região com problemas
O Pioneiro do último final de semana trouxe uma matéria sobre as cadeias da Serra. Das sete casas penais, todas tem problemas com superlotação e com interdição, pelo menos parcial, como é ocaso de Canela, com proibição de presos para comarcas que não são Canela e Gramado.
Ainda assim, o presídio de Canela é o menos superlotado da Região.

Canela é a cidade que mais prende
Outro dado interessante divulgado pela Capitã Maldaner é de que a Brigada Militar de Canela é a que mais prende na Região.
Porém, isso mostra a urgência de Canela passar a trabalhar forte na prevenção ao uso de drogas.
Esse é um assunto muito cobrado aqui na Folha de Canela e até agora a Prefeitura não apresentou nada.

Perguntinha básica
Adianta divulgar que estão engrossando o caldo para os ambulantes se a gente dá de cara com eles em cada esquina?
Tem algo errado nessa conta…

Vamos celebrar?
Tem uma música do Oswaldo Montenegro na qual ele diz: “tem gente, muita gente que eu gosto, que eu quase aposto que não gosta de mim”…
O problema não é o pessoal não gostar de mim, o problema, para eles, claro, é que por não gostarem de mim, acreditam que tô dormindo de toca…
“Eu gosto é de cantar… vamos celebrar, celebrar, celebrar”…