Início Educação Projeto Expedição Araucárias leva estudantes para trilha na Tubiana

Projeto Expedição Araucárias leva estudantes para trilha na Tubiana

Fotos: Divulgação - Ao fundo, o Rio Caí, na localidade de Tubiana, onde também faz uma Ferradura
Continua depois da publicidade

Uma parceria entre as Secretarias Municipais de Educação, Esporte e Lazer e Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade Urbana, segue desenvolvendo o Projeto Expedição Araucárias com alunos da Rede de Ensino de Canela. A atividade proporciona aos estudantes conhecerem um grupamento de Araucárias centenárias sobreviventes ao ciclo madeireiro que deu início ao processo de desenvolvimento da cidade.
Na última quarta-feira, 20, último dia do Outono, um grupo composto por alunos que integram o Governo Mirim de Canela, acompanhado pelo professor André Toledo e pelo engenheiro agrônomo da Prefeitura, Amilcar de Moura, percorreu uma antiga trilha de mulas na localidade Tubiana, divisa entre Canela e São Francisco de Paula, com o intuito de observar a natureza e perceber os diferentes momentos do ecossistema local através da interpretação da paisagem.
Na oportunidade, os estudantes realizaram diversos registros fotográficos que resultarão em uma exposição sobre ‘Interpretação Ambiental’. O engenheiro agrônomo Amilcar de Moura ressalta que a educação ambiental nas escolas possui efeito direto na formação do jovem cidadão. “Os jovens visitaram paisagens únicas e primitivas, com potencial para o turismo de natureza e aventura. Por meio das fotos, poderão observar as mudanças na flora e na fauna ao longo das estações do ano”, explica Amilcar.
O projeto também contempla o monitoramento do ecossistema através da instalação de armadilhas (máquinas) fotográficas que foram adquiridas com recursos do Fundo Municipal do Meio Ambiente, com aval do Comdema – Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente.

Uma antiga trilha de mulas é usada como caminho da expedição

Empresa parceira
A Hidromineradora Passo do Louro Ltda. (Água Hortênsias) é parceira da Prefeitura de Canela no projeto e abraçou a causa em seu programa de Educação Ambiental doando 50 mochilas adequadas para os alunos levarem lanche e água no percurso da trilha. Além disso, também doou 50 perneiras para proteção de possíveis picadas de cobras visando a segurança dos participantes e evitando conflitos com a fauna local. Os equipamentos também estão disponíveis para outros projetos da Secretaria de Educação, Esporte e Lazer.