Início Especial Sou assim: uma linda história de talento e inclusão

Sou assim: uma linda história de talento e inclusão

Foto: Reprodução - Maria Clara gravando na Fábrica de Sonhos Estúdio
Continua depois da publicidade

Aluna da Escola Especial Rodolfo Schlieper grava música em estúdio

Esta é uma pequena parte da história de Maria Clara dos Santos da Silva, de 09 anos, aluna da Escola Especial Rodolfo Schlieper. Nesta semana, a menina realizou um sonho, gravar uma múscia em estúdio, mas esta é só mais uma etapa da pequena talentosa, que tem sua vida marcada por superação.
Em atividades culturais e artísticas desenvolvidas na escola, os professores perceberam em Maria Clara um talento especial com relação à música. Depois disso, ficaram sabendo que ela cantava na igreja evangélica que frequenta, a Igreja Assembleia de Deus – Ministério de Curitiba.
Tudo isso foi muito natural, o professor de música Alisson Ariel, que também é evangélico, tocava alguns hinos durante o intervalo das atividades, quando a menina começou a cantar e emocionar a todos.

Uma história de superação
Isso tudo culminou com uma apresentação especial na Páscoa, onde Maria Clara cantou o clássico Hallellja. Mais emocionante que a apresentação, foi o caminho percorrido pela pequena cantora. Ela era aluna de uma escola fundamental de Canela e tudo vinha normal em sua vida, até descobrir um tumor no cérebro e ter que passar por uma cirurgia.
Devido a este primeiro procedimento cirúrgico, Maria Clara adquiriu certas limitações e sua família foi orientada pelo neurologista a procurar uma escola especial. Foi então que os caminhos da menina e da psicomotricista Maria Cristina da Silva se cruzaram.
Nas atividades artísticas, Maria Clara teve diversos avanços, “no início, ela não se achava capaz, em razão dos seus problemas, mas ao longo das atividades, ela foi adquirindo confiança”, explicou Cristina.
Mas, outro degrau estava diante da pequena cantora: a apresentação de Páscoa seria no mesmo dia em que Maria Clara deveria fazer sua segunda cirurgia, um procedimento de alto risco. Ela mesmo pediu ao médico que gostaria de se apresentar na Escola antes de fazer a cirurgia e o médico concordou, atrasando o procedimento em uma semana.
Na Páscoa, ao som de Halleluja na voz de Maria Clara, todos se emocionaram, afinal, além de todo o esforço para sua apresentação, ela deveria passar por um momento muito delicado em uma semana.
No fim, a cirurgia foi um sucesso e a pequena agora teria um novo passo a ser dado.

Recuperação e gravação em estúdio
Após se recuperar da cirurgia, Maria Clara voltou às aulas e as atividades culturais, foi quando o professor Alisson, que desenvolve trabalhos voluntários na Rodolfo Schliper, teve a ideia de passar a música “Sou assim” para Maria Clara, por entender que a canção tinha tudo a ver com a história da menina e com a ideia da escola.
A música é uma versão do tema do filme “O Rei do Show”, chamado de “This Is Me”.
Ensaios feitos, data marcada e gravação realizada, um grande passo para a pequena Maria Clara. O trabalho foi realizado no Estúdio Fábrica dos Sonhos, de Cládio Caberlon, o Snif, de maneira totalmente gratuita.
Na noite de ontem, a menina cantou para o público de sua igreja, sua nova música e se prepara para a semana especial, em agosto, onde, ao lado de seus colegas, deve apresentar “Eu sou assim”, no palco, na Semana da Educação Especial.

Trecho de Sou assim

E eu sei que mereço o seu amor
Não há nada de que eu não seja digna
Quando as palavras mais afiadas querem me cortar
Eu mandarei uma inundação, irei afogá-los
Eu sou corajosa, eu estou machucada
Que sou quem deveria ser, sou assim

Observe, pois aqui vou eu
E estou marchando no meu próprio ritmo
Eu não estou com medo de ser vista
Eu não dou desculpas, sou assim