Início Gramado Gramado tem novo homicídio relacionado ao crime organizado

Gramado tem novo homicídio relacionado ao crime organizado

Continua depois da publicidade

A cidade de Gramado registrou o sétimo homicídio deste ano, possivelmente, cinco destes têm relação com o tráfico de drogas ou crime organizado.

A bola da vez foi um detento do semiaberto do Presídio Estadual de Canela, que estavam com tornozeleira eletrônica.

Diego Henrique Bertoldi, 28 anos, natural de São Leopoldo, foi executado com pelo menos 10 disparos de pistola 9mm. Segundo o delegado de Gramado, Gustavo Barcellos, o crime aconteceu pouco depois da zero hora de hoje, 29, na Rua Angelina Caberlon, no Mato Queimado.

Ao menos três indivíduos, armados e com touca ninja invadiram a casa dizendo que eram policiais, tiraram a mulher da vítima para fora de casa e realizaram a execução no interior do imóvel.

Os disparos atingiram o rosto, pescoço e tórax. O homem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu e morreu ainda de manhã, no Hospital de Gramado.

Barcellos informou ainda que Diego já tinha sido vítima de tentativa de homicídio em abril, na cidade de cidreira. Depois do atentado, veio para Gramado, pois possui família aqui.

Ele possuía antecedentes por roubos, porte ilegal de arma de fogo, homicídio e duas tentativas de homicídio.

“A principal linha de investigação é acerto de contas e certamente tem relação com o fato ocorrido em Cidreira, já que não tem vínculos criminosos conhecidos em Gramado. Estava se escondendo mesmo, na cidade”, finalizou o delegado.