Início Canela DP de Canela indicia cinco pessoas por crimes na internet

DP de Canela indicia cinco pessoas por crimes na internet

Foto: Reprodução
Continua depois da publicidade

A Polícia Civil de Canela concluiu, nesta semana, diversas investigações em que vítimas procuraram a Delegacia de Polícia relatando terem sido agredidas verbalmente em redes sociais. Os relatos das vítimas, de acordo com as representações formalizadas no órgão policial, foram instruídos com prints de publicações feitas na rede social Facebook, em que usuários praticavam crimes contra a honra, principalmente injúria, bem como ameaça.
O Prefeito Municipal de Canela, Constantino Orsolin, registrou ocorrência dessa natureza, informando ter sido vítima de injúria. Um secretário municipal e um empresário também foram vítimas de crimes semelhantes, todos praticados via redes sociais. Os crimes ocorreram por discussões políticas, brigas entre vizinhos e até familiares, nos demais casos.
Após os registros de ocorrência, a Delegacia de Polícia de Canela iniciou investigações para identificar os autores das publicações injuriosas ou ameaçadoras. Todos os usuários foram identificados e intimados para interrogatório no interior do órgão policial.
O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela e responsável pelas investigações, informa que, recentemente, houve um aumento de registros de ocorrências dessa natureza, em que os crimes de injúria ou ameaça são praticados pelas redes sociais. A autoridade policial destacou que as pessoas acreditam que podem xingar e ameaçar livremente as pessoas em redes sociais sem que haja responsabilização, o que não é verdade.
Cinco investigados foram indiciados pela prática de injúria ou ameaça, inclusive com aumento de pena quando praticado contra funcionário público, por meio que facilite a divulgação (internet) ou contra vítima maior de 60 anos (Estatuto do Idoso).

As penas previstas chegam a 8 meses de detenção, de acordo com o Código Penal.