Início 360 Graus 360 Graus por Francisco Rocha: Profissão jornalista, BM bandido e muito mais!

360 Graus por Francisco Rocha: Profissão jornalista, BM bandido e muito mais!

Continua depois da publicidade

Profissão jornalista
Quando me perguntam qual minha profissão eu respondo: jornalista. “Ué, mas tu não é o dono do jornal?” Respondo que sim. “Mas o que tu faz aqui no meio do mato com uma câmera na mão?
A resposta é complexa e, geralmente, nos ambientes onde me é feita esta pergunta não tem jeito nem tempo para explicar. Mas, o fato é que escolhi ser jornalista. Não sou dos melhores e nem dos piores, como dizia Edson Dutra, dos Serranos, mas, com a caneta na mão me defendo bem.
Gosto de escrever, gosto de estar na rua, perto das pessoas, perto de onde acontece a notícia. Jornalista com a bunda na cadeira, ao menos que seja muito bom de fonte, não é bom jornalista. Por isso, quanto maior o tempo que eu ficar fora da minha sala, mais exclusivas terei.
A administração da empresa vem paralelamente, uma vez que ninguém, absolutamente ninguém, me coloca o dedo na cara publicar ou não publicar tal matéria. Mas na verdade, não gosto do papel do administrador. Vá lá, são ossos do ofício e, por isso, acabo roendo os ossinhos.
Talvez este meu jeito deu na cabeça de algumas pessoas que eu era um tipo de laranja de empresários ou um grupo político, no início da Folha, mas, hoje, até estes corneteiros de plantão respeitam nosso jeito de trabalhar e fecharam a matraca.
Porém, certas notícias dão dor de cabeça, principalmente as de polícia e de política. Ou você já viu alguém ser processado por fazer uma coluna social?
Então, resolvi assumir as matérias de política e polícia, para evitar condenações (já que os processos não dá para evitar). Tenho orgulho de dizer que em 20 anos de profissão, não tenho uma condenação.
Foi justamente a minha profissão que me aproximou dos órgãos de segurança e era aqui que eu queria chegar com os 1600 caracteres acima. Dito isso, seguimos o baile.

Policial bandido
Com essa notícia de ontem, apareceu um que outro corneteiro querendo falar mal da BM, assim como, há alguns dias, em razão de uma ação da Civil, um que outro corneteiro também quis fazer uma graça.
Mas, como você já sabe, o Portal da Folha é o maior veículo de comunicação da região na internet e mantemos um ótimo canal de comunicação com os leitores. É através da manifestação destes leitores que, na esmagadora maioria, apoiam os órgãos de segurança, e na minha experiência pessoal de jornalista, que posso afirmar sem medo de errar que os profissionais da área da segurança em Canela (Bombeiros, Brigada Militar e Polícia Civil) são honestíssimos, comprometidos com suas instituições e atuantes junto às suas comunidades.
Este que trabalhava em Canela, virou bandido e foi morto pelos colegas, não pode, nem nunca, vai representar nosso efetivo regional.

BM matando mais
Coincidentemente, ou não, na semana passada, escrevi nessa coluna sobre o aumento do número de mortes em ações da BM em confronto com os bandidos.
Perguntei a alguns chegados da área da segurança se eles acreditavam se tratar de algum efeito Bolsonaro e praticamente todos me respondera: também, mas principalmente porque os criminosos têm ficado mais perigosos, mais armados e mais arrojados. Sendo assim, havendo o confronto, é óbvio que a BM vai revidar.
Como disse na semana passada, não pertenço ao time que fica jogando para a galera, defendendo direitos humanos, então, se os bandidos estão mais perigosos e, por isso, morrendo mais, acredito que a equação está correta.

AFCEEE empossa nova Diretoria
A Associação dos Funcionários das Companhias e Empresas de Energia Elétrica do Rio Grande do Sul (AFCEEE) empossou a nova Diretoria de sua Delegacia em Canela por meio de Assembleia Geral de seus associados ocorrida na última terça-feira, dia 11 de dezembro.
A cerimônia aconteceu no salão de festas da própria entidade e foi encerrada com o oferecimento de um coquetel.
A nova equipe de gestão do quadriênio 2018-2022 é composta por Marcelo Alexandro da Rosa, Delegado, Marcos Antônio Ramos da Silva, Vice-Delegado, e pelos Conselheiros Jair da Veiga, José Fagundes e Maria Lourdes Bohrer Tomazelli.
Sucesso a todos!

Sargento Roger
Um grande abraço ao Roger Martins, que hoje se forma em Porto Alegre, passando de soldado para Sargento do Corpo de Bombeiros. Aí que me refiro!

Família Colombo
É sempre bom falar com o Colombinho, entrevistar ele é sempre divertido e você vai ficar sabendo alguma coisa do passado que não sabia. Um grande abraço a toda a família Colombo, pelos 40 anos de atividades em Canela.
É bom dizer que o Darci Calzetta se fixou aqui em Canela, primeiro na Rua Sete. Como sou nascido e criado nesta rua, conheço um pouco da história. Aí que eu me refiro! Corre lá, pega tua Folha e lê a matéria que fizemos com ele!

HCC vai respirar
Com os recursos aprovados essa semana e que serão repassados pela Câmara de Vereadores e Prefeitura, o Hospital de Canela vai pode respirar.
Não é possível que quem trabalha salvando vidas tenha que viver apagando incêndios para permanecer vivo. O HCC merece mais.

Canela, grande cidade, grandes problemas
Você já parou para pensar que Canela é a maior cidade da nossa região. E, quanto maior a cidade, maiores alguns problemas…