Início Gastronomia Abrasel quer prazo para cardápios em Braille em Gramado

Abrasel quer prazo para cardápios em Braille em Gramado

Foto: Reprodução
Continua depois da publicidade

Inclusão. Essa é a proposta que a Abrasel Hortênsias está pleiteando juntos aos seus associados para que façam a devida adaptação em seus estabelecimentos, atendendo a Lei 2095, de 2013, que foi regulamentada no dia 19 de dezembro pela Prefeitura de Gramado.
A lei determina que bares, restaurantes, lanchonetes e hotéis de Gramado disponibilizem aos clientes cardápios em braile, buscando atender aqueles que têm limitações visuais. Conforme a legislação, os estabelecimentos devem, independentemente do tamanho, oferecer no mínimo um cardápio em Braille contendo itens básicos para os clientes portadores de deficiência visual.
A presidente da Abrasel Hortênsias, Angelita Foss Ecker, entende que a medida é importante, porém pede um prazo de seis meses para a sua implantação para que os estabelecimentos possam se adequar. “Vamos tentar viabilizar a impressão desses cardápios de forma coletiva, pois assim conseguiremos um preço melhor, favorecendo a todos”, explica.