Início Canela Segundo vereador, inquérito sobre combustíveis diz que não há cartel em Canela

Segundo vereador, inquérito sobre combustíveis diz que não há cartel em Canela

Foto: Reprodução
Continua depois da publicidade

Há alguns meses, o vereador Jonas Bohn Bernardo protocolou um requerimento junto ao Ministério Público (MP), para que fosse investigado o alto custo dos combustíveis na cidade de Canela. Ao buscar explicações para tanta diferença em relação a cidades próximas como Igrejinha e Três Coroas onde em alguns casos apresenta uma diferença de até 70 centavos a cada litro de gasolina.

O vereador teve há alguns dias a conclusão do inquérito por parte do MP.

Para Jonas, os vereadores devem estar sempre atentos a estes assuntos para defender a comunidade e fiscalizar: “Há muito tempo que o preço do combustível tem sido polêmica em nossa cidade, e nós, vereadores, somos cobrados diuturnamente acerca de providências para coibir tamanha diferença entre o valor do combustível na cidade de Canela em comparação com o combustível dos municípios vizinhos“, ressaltou.

Após a conclusão do inquérito, ficou provado e comprovado que não existe qualquer espécie de “cartel”, ou organização que pudesse comandar os preços cobrados nos postos do município. A grande diferença, é que na região do Vale do Paranhana, que envolve cidade como Novo Hamburgo, Igrejinha, Sapiranga, e demais municípios, conseguem às vezes a gasolina 15 a 20% mais baixa que aqui na Serra, através do fluxo de venda dos combustíveis, e também por bandeira branca. 

Agradeço imensamente o Ministério Público e o Promotor pela investigação realizada após o meu pedido, e aos gerentes e donos de postos de combustíveis de Canela, que ajudaram prontamente em tudo que foi solicitado a eles”, finalizou Jonas.