Início Destaque Encontro marca lançamento da Agenda Ambiental de Canela

Encontro marca lançamento da Agenda Ambiental de Canela

Biólogo Carlos Frozi (ao centro, de azul) palestrou ao grupo
Continua depois da publicidade

Um encontro realizado na Floresta Nacional de Canela, na quarta-feira (14), marcou o lançamento da Agenda Ambiental de Canela 2020-030. Professores, ambientalistas, representantes da sociedade civil e da Polícia Ambiental acompanharam os trabalhos, assim como o secretário municipal de Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade Urbana Jackson Müller, o secretário municipal de Educação, Esporte e Lazer Gilberto Tegner e o prefeito Constantino Orsolin.

Segundo a professora Laci Gross, do grupo de professores que coordenará os trabalhos da Agenda, o trabalho se concentrará em 17 pontos estipulados pela ONU no quesito desenvolvimento sustentável. O objetivo é trabalhar para que se possa retomar o projeto “Canela Ecocidade”.

Para isso, o pretende-se atingir não somente as escolas como a sociedade em geral. “É uma mudança de mentalidade que começa a partir de um projeto de educação bem estruturado”, comenta o biólogo Carlos Frozi.

Na abertura, Tegner ressaltou a importância da educação ambiental em sala de aula e de como é importante, independentemente dos próximos governos, manter a proposta para os próximos dez anos. Já o secretário de Meio Ambiente Jackson Müller ressaltou a participação da sociedade para a construção da proposta. “Não existe melhor lugar do que a sala de aula para transformar a sociedade. Canela tem seu forte na cultura e no meio ambiente, e nós não podemos abrir mão disso”, disse o prefeito Constantino Orsolin.

Após, Frozi palestrou sobre o tema Agenda Ambiental. Em seguida, houve relatos de experiências sobre atividades em prol do meio ambiente, promovidas por escolas do Município.

A partir da esquerda, os secretários Gilberto Tegner e Jackson Müller e o prefeito Constantino Orsolin

À tarde, o secretário Jackson Müller palestrou sobre os objetivos do desenvolvimento sustentável. E, para finalizar o evento, aconteceram oficinas sobre social e bem-estar, água, resíduos, biodiversidade e ecocidade. Essas oficinas serviram como base para a construção de propostas e ações que nortearão o trabalho sobre educação ambiental no município.  

Fotos: Márcio Cavalli