Início Região Três Coroas e Canela seguem apostando na Rota Panorâmica

Três Coroas e Canela seguem apostando na Rota Panorâmica

Foto: Divulgação - A comitiva da Região com o deputado federal Danrlei
Continua depois da publicidade

Tentando colocar em prática um projeto de 2017, da Rota Panorâmica – que consiste na pavimentação de 23km da estrada intermunicipal que liga Três Coroas a Canela, o prefeito de Três Coroas Orlando Teixeira, acompanhado do secretário de Indústria, Comércio, Turismo e Desporto do município, Tiago Scariot, e do secretário adjunto de Governança de Canela, Germano Junges, estiveram em Brasília mais uma vez, em busca de apoio para a liberação dos recursos junto a bancada federal.

A Rota Panorâmica já foi objeto de Emenda da Bancada Gaúcha em três ocasiões, mas o processo não teve continuidade. O secretário de Turismo de Três Coroas falou da importância da aprovação da Rota Panorâmica, destacando que este será um passo importante para diversificar a economia da Região.

Três Coroas será integrada de maneira ativa ao Turismo, ao todo, vamos otimizar encurtando 8,9 km entre as cidades, abrangendo uma área onde estão localizados todos os parques, potenciais turísticos de aventura na natureza, como o Parque das Laranjeiras, o Raft Adventure e o Brasil Raft Park”, disse Scariot. “Além disso, estaremos interligados a vinícola Jolimont, ao Alpen Park, Flor do Vale, Granja da Telha e pousadas como a La Finestra. Hoje, nós buscamos trazer investidores para o município, e com esta nova rota será possível diversificar nossa economia, que está diretamente ligada ao setor calçadista”.

No orçamento federal de 2018 estava incluído um valor para alavancar o início do trecho de Três Coroas, no entanto, ao longo do ano, o Governo Federal fez alguns remanejamentos na LOA 2018, e acabou redirecionando recursos para outras áreas como Saúde e Educação.

Estamos unidos e continuaremos lutando pelo investimento na Rota Panorâmica, tudo que está ao nosso alcance será feito, em nome dos quase 30 mil munícipes de Três Coroas e 40 mil canelenses”, finaliza o secretário.