Início Gramado Obras da estrada da Linha Ávila em fase de conclusão

Obras da estrada da Linha Ávila em fase de conclusão

Continua depois da publicidade

Uma importante via de ligação das áreas urbana e rural está em fase de conclusão em Gramado. É a estrada da Linha Ávila, que já recebeu pavimentação e está em fase de acabamento. Inicialmente a obra seria executada com recursos estaduais, conquistados pela Administração Municipal.

Apesar de previsto o repasse pelo Governo do Estado (através do Daer-RS), o município não recebeu até o momento nenhum recurso estadual. A obra de pavimentação e inclusive a galeria do arroio que corta a estrada é feita com recursos municipais. Mesmo sem os recursos estaduais, a Administração optou por executar a obra considerando a sua importância para a comunidade local.

HISTÓRICO DA OBRA

A Secretaria Municipal de Governança e Desenvolvimento Integrado de Gramado esclarece, ainda, que o município estabeleceu convênio com o Daer – Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem para a execução de melhorias na infraestrutura viária e pavimentação da estrada vicinal Linha Ávila Baixa. O valor do repasse previsto foi de R$ 1.047.352,04, com contrapartida do município no valor de R$ 448.920,62 (valor global de R$ 1.496.272,66).

O convênio contemplava a pavimentação asfáltica em CBUQ, numa extensão de 2.750 metros de comprimento, com 7 metros de largura.

A ordem de início da obra foi emitida pelo Daer em 25 de junho de 2018, tendo sido encaminhada a solicitação de abertura do processo licitatório e o mesmo foi homologado em 03 de dezembro de 2018, e teve a Construtora e Pavimentadora Atual como empresa vencedora. Ela recebeu a ordem de início da drenagem no dia 18 de fevereiro de 2019.

Em junho e agosto de 2019 a Secretaria de Governança entregou na 15ª Superintendência do Daer (São Francisco de Paula) todos os documentos referentes à primeira e segunda medições, possibilitando a liberação dos recursos das obras já executadas. No entanto, ainda no mês de agosto de 2019, quando solicitou o histórico do empenho dos recursos, a superintendência informou que o recurso no valor de R$ 1.024.448,87 havia sido estornado, não estando mais disponível ao município.

Com o atraso no pagamento dos serviços executados e sem estar consumado o empenho do contrato pelo Daer, a empresa interrompeu os serviços e solicitou rescisão contratual. Na sequência, o município solicitou a extinção do convênio, assumindo o pagamento e a continuidade das obras que estão em andamento.

Fotos: Carlos Borges