Início Canela Canela teve 408 demissões em abril de 2020, no ano foram 491

Canela teve 408 demissões em abril de 2020, no ano foram 491

Continua depois da publicidade

A UCS – Universidade de Caxias do Sul divulgou a Carta Mensal do Mercado Formal de Trabalho e Canela tem um destaque negativo.

Segundo o boletim, em Canela, observa-se que em Janeiro de 2020 houve saldo positivo. No mês de Março houve retração em 2020. Já os meses de Fevereiro e Abril apresentaram resultados alinhados com 2019. Entre os meses analisados, em 2020, o maior saldo positivo foi em Fevereiro, com 15 vagas criadas, e o maior saldo negativo foi em Abril, com 408 demissões.

O resultado de Abril de 2020 representou o mês com maior resultado negativo de toda a série histórica. O município começou o ano de 2020 com estoque de empregos de 8.511 e fechou Abril com 8.020 postos com carteira assinada, uma retração de 491 vagas.

O estudo leva em conta os municípios com atuação da UCS (Bento Gonçalves, Canela, Carlos Barbosa, Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Guaporé, Nova Prata, São Sebastião do Caí, Torres, Vacaria e Veranópolis), com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), do Ministério da Economia (ME).

Nesta carta, que leva em conta os meses de janeiro a abril de 2020, Canela perde apenas para Caxias do Sul e Torres, sendo o terceiro com mais demissões.

Não por acaso, o mês com mais dispensas é abril, já com reflexos da pandemia do novo coronavírus.

Foto: Reprodução