Início 360 Graus A incompreensível falta de compreensão do Governador sobre nossa região

A incompreensível falta de compreensão do Governador sobre nossa região

Continua depois da publicidade

Eu sou muito inocente mesmo. Até escrevi, na minha coluna da última sexta (26), que estava otimista quanto ao anúncio das bandeiras do Distanciamento Controlado do Governo do Estado, para a próxima semana. Otimista sim, afinal, nossos números estavam estáveis, Gramado havia aberto oito leitos de UTI Covid e Canela se mexe para habilitar seus cinco leitos.

Em Gramado, nenhum óbito, nem internação pela doença nos últimos 14 dias e, em Canela, apenas um caso de internação, que não necessitou de UTI e está em vias de receber a alta hospitalar.

E, Eduardo Leite havia tido bom desempenho na semana anterior, com as mudanças no seu modelo e em abrir o diálogo com os municípios.

Mas, não! Político é igual criança, não dá pra elogiar que já sai fazendo besteira. Leite não precisou de uma semana, já mostrou novamente que segue sendo governado pela planilha de excel e que tem pouca compreensão da geografia e das peculiaridades das regiões e cidades que ele governa.

Os municípios da Região de Caxias (são 49, mas alguns, como é o caso de Gramado, podem operar no protocolo de bandeira laranja), agora trabalham para mostrar que os dados do Estado estão incompletos ou possuem inconsistências, e pedem encarecidamente a Eduardo Leite que faça o seu trabalho: analise as peculiaridades de cada região/cidade.

O momento é delicado, afinal, se não reverter a bandeira vermelha, serão 15 dias em que a região será considerada como de “alto risco”, com o fechamento de serviços não essenciais.

Abaixo, reproduzo um conteúdo criado por Renato Fensterseifer, diretor do Alpen Park, com motivos pelos quais Canela não deve permanecer na bandeira vermelha. É um baita raciocínio.

Além disso, Leite já fala em lockdown (fechamento total) de algumas regiões!

A falta de políticas efetivas do governo do Estado e esta teimosia em fechar cidades que têm poucos ou nenhum caso da doença, vai levar o RS à bancarrota.

Que São Pedro proteja sua estância dos dados e das análises vindas de Satolep City.