Início Colunas QUERO INVESTIR, MAS NÃO SEI POR ONDE COMEÇAR! Parte 2 • Juliana...

QUERO INVESTIR, MAS NÃO SEI POR ONDE COMEÇAR! Parte 2 • Juliana Alano #12

Continua depois da publicidade

Caro leitor, na semana passada falamos sobre os primeiros passos para quem quiser iniciar no mundo dos investimentos, vocês certamente lembram quais são não é mesmo? Mas se não recorda não tem problema, vamos repetir: –  ter um objetivo para investir e respeitar o seu perfil que poder ser conservador, moderado ou agressivo.

• SIGA A JULIANA NO INSTAGRAM

Após definidos o objetivo e o perfil você estará preparado para segunda parte, conhecer quais os produtos mais adequados. Você precisa saber também que não podemos colocar todo seu dinheiro em um único lugar, porque se algo der errado não vai perder tudo.

Também preciso lhe salientar que existem investimentos de renda fixa e renda variável. Os primeiros normalmente rendem pouco e são de baixo risco, já os segundos rendem mais, entretanto o risco é maior. Além disso, existem investimentos de curto, médio e longo prazo.

Bons investimentos são formados por uma carteira diversificada, que vai te assegurar que você faça tudo com maior consciência possível, lembre-se que o único responsável pelas suas escolhas é você mesmo, não adianta culpar o gerente do banco, o corretor de investimentos, ou seu vizinho, quando algo sair errado.

• ACESSE O SITE DA COLUNISTA CLICANDO AQUI!

Entendido isso, agora está pronto para estudar, sim você leu bem. Pois é o conhecimento de cada produto é o que vai assegurar a maior assertividade possível.

Para ficar mais fácil vou resumir os tipos de investimentos que você normalmente vai encontrar na renda fixa:

• CDB – Certificado de Depósito Bancário;
• LCI – Letra de Crédito Imobiliário e LCA – Letra de Crédito do Agronegócio;
• Tesouro Direto;
• LA – Letra Financeira.

E nos investimentos em renda variável:

• Ações;
• Fundos Imobiliários (FIIs);
• ETFs;
• Câmbio;
• Fundos de investimentos;
• Criptomoedas.

• Leia também a coluna da semana passada!

Não se deixe enganar por produtos bancários que não são investimentos como por exemplo, título de capitalização, fujam dele. Agora é com você, antes de investir seu DINHEIRO, invista em CONHECIMENTO!