Início Coronavírus Vó Rosinha é a primeira gramadense a ser vacinada contra o coronavírus

Vó Rosinha é a primeira gramadense a ser vacinada contra o coronavírus

Continua depois da publicidade

A professora e diretora aposentada, Rosa Witmann Jung, de 94 anos, foi a primeira pessoa a ser vacinada contra a Covid-19 em Gramado. Vó Rosinha como é conhecida carinhosamente, que reside há quase cinco anos no Santa Ana Residencial Geriátrico, recebeu a dose da CoronaVac em uma cerimônia simbólica realizada às 09h30 da manhã de hoje (20). As doses iniciais serão aplicadas em idosos que vivem nas casas geriátricas e nos profissionais da área da Saúde que atuam na linha de frente de combate a doença.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

O secretário da Saúde, Jeferson Moschen descreveu a idosa como uma sobrevivente do coronavírus. “Estamos diante de uma sobrevivente, uma heroína, uma pessoa ímpar na sociedade de Gramado que muito contribuiu e que agora nós temos o dever de fazer por ela. Uma satisfação enorme, cumprimentos a família e ao Lar que muito se dedicou, muito lutou, muito sofreu, mas que na data de hoje está saindo vitorioso. É com muita alegria que estamos realizando a primeira imunização”, disse o secretário durante o início da vacinação em Gramado.

O vice-prefeito, Luia Barbacovi lembrou sobre a importância de a população manter os cuidados e seguir os protocolos definidos pelos órgãos de saúde. “Para Gramado é um momento histórico, é um momento de esperança, estamos dando o primeiro passo para chegarmos ao final dessa pandemia, extinguirmos esse vírus que tem assolado todo mundo. Aqui em Gramado as doses das vacinas virão em etapas, então é muito importante que a população continue se cuidando, se protegendo, seguindo os protocolos da área da saúde. Quando nos cuidamos, estamos também cuidando do próximo”, explica.

A neta da vó Rosinha, Susana Jung Fleck revela que com a imunização a família respira aliviada. A idosa foi diagnosticada com a doença em setembro, mas não foi necessária a internação. “De fato é um momento muito aguardado por todos da família. Estamos felizes pela vacinação iniciar pela vó. A vó é merecedora dessa primeira dose por tudo que ela já contribuiu pela cidade. É um respiro de alívio para a família esse dia”, disse Susana. Susana aguarda a segunda dose da vacina ser aplicada na idosa e também a imunização de toda a população.

Foto: Fábio Schmatz