Canela,

16 de julho de 2024

Anuncie

Polícia Civil deflagra operação de combate ao tráfico com 22 mandados de prisão em São Francisco de Paula

Compartilhe:

Lucro mensal dos criminosos girava na casa dos R$ 150mil segundo a PC. Assista aos vídeos

A Polícia Civil de São Francisco de Paula deflagrou, nesta manhã, a Operação Xeque Mate, visando o combate dos crimes de tráfico de drogas e de organização criminosa com lucro mensal em torno de 150 mil reais, no Município.

A equipe da Delegacia de Polícia de São Francisco de Paula investigou organização criminosa com atuação na cidade e na região, com funções bem definidas, nos moldes de uma empresa, organizando-se com a distribuição, venda e recolhimento de dinheiro auferido com a prática ilícita. A investigação que se iniciou há um ano identificou 22 indivíduos que participam do grande esquema de tráfico de drogas na cidade nos bairros Santa Isabel, Campo do Meio, Rincão, Cipó, Aratinga (interior) e, inclusive, de dentro do presídio de São Francisco de Paula.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Dos vinte e dois investigados, os quais ostentam antecedentes criminais, três já se encontram recolhidos no sistema prisional.

A Operação Policial cumpriu dezessete mandados de busca e apreensão em São Francisco de Paula e um em Parobé. Na ação, foram apreendidas drogas, dinheiro e veículos. Participaram da operação 76 policiais civis.

Conforme informou a Delegada Fernanda Seibel Aranha, titular da DP de São Francisco de Paula, o combate ao tráfico de drogas merece atuação firme da Polícia Civil, tendo a operação policial a finalidade de enfraquecer o poderio econômico da organização criminosa atuante na cidade.

A seção de investigação da Delegacia trabalhou por mais de um ano na apuração do grande esquema de tráfico de drogas da cidade, identificando traficantes dos principais bairros, interior e, inclusive, de traficantes que agiam de dentro do presídio. Ressalta a Delegada que o crime de tráfico de drogas está diretamente ligado a crimes patrimoniais cometidos na cidade gerando insegurança e prejuízo econômico à comunidade.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

O Delegado de Polícia Gustavo Celiberto Barcellos, Delegado Regional substituto de Gramado/RS, destacou a relevância das ações realizadas para o enfraquecimento do crime organizado que culminou com o número expressivo de prisões preventivas decretadas.

Após a formalização das prisões, os investigados serão encaminhados ao Presídio de São Francisco de Paula e uma presa ao Presídio Regional de Caxias do Sul.

Fotos: Divulgação/PC