Canela,

21 de maio de 2024

Anuncie

“Só São Chico tem!” leva grande prêmio no 29º do Ronco do Bugio em São Francisco de Paula 

Compartilhe:

"Só São Chico tem! levou primeiro lugar.

Pela primeira vez na história uma mulher foi premiada como Melhor Intérprete

O 29º Ronco do Bugio consagrou seus campeões na noite do último sábado (27) com a casa lotada. “Só São Chico tem!” levou o primeiro lugar e se consagrou o grande vencedor do Festival. Com letra de Paulo Ricardo Costa e Jones Andrei Viera e música de Jones Andrei Vieira e Daniel Silva, a composição narra a história do filho de São Chico que foi em busca de um mundo melhor em outros pagos, e acaba regressando para sua terra quando percebe muitas coisas ele encontra somente em São Chico. “Ao cruzar estes campos floridos a serrana aos olhos me vem, és a flor do jardim a mais bela, debruçada num vão da janela, essas coisas que São Chico tem!”.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

De acordo com Jones Andrei Vieira, tricampeão do Festival, a composição foi inspirada na história dos grandes gaiteiros de São Chico como Os Bertussi, Paulo Siqueira, Gonzaga dos Reis e a dupla Os Mirins. Defendendo música e composição, subiram ao palco os músicos Daniel Silva e Jones Andrei Vieira, André Alano, Reginaldo Färber e Ciro Rafael, Ariel Reis e Fabrício Vieira.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Já o Bugio “Respeitem meu canto” de Paulo Moraes Trentin e Carlos Moller levou o troféu de segundo lugar, enquanto “Quando o palco se veste de campo” de Paulo Moraes Trentin e Rodrigo Pires levou o terceiro lugar. Na categoria melhor instrumentista o vencedor da noite foi Rodrigo Pires que subiu ao palco interpretando a música “Quando o palco se veste de campo”. Samuca do Acordeon levou o troféu de Melhor Instrumental de Gaita interpretando o Bugio “Dedos de São Chico”. “Matizes Serranas”, escolhida na fase local, levou dois prêmios para casa: Música Mais Popular e Ronco da Terra.

Maria Alice Watts se destacou na noite de apresentações e levou o prêmio de Melhor Interprete

Uma das maiores surpresas da noite se deu com a intérprete Maria Alice Watts, primeira mulher na história do Festival a levar o troféu na categoria ao interpretar o bugio “O Gaiteiro tocava um Bugio”. De acordo com Dionísio Clarindo da Costa, que compôs o júri ao lado de Rodrigo Lucena e Volnei Gomes, a escolha se deu por unanimidade. “O Bugio é um terreno primariamente muito masculino, em que no geral músicas são escritas, compostas e interpretadas por homens. A escolha de Maria Alice como melhor intérprete da noite se deu pela qualidade exemplar de sua apresentação, com timbre único, afinação perfeita e uma presença de palco com uma carga emocional muito grande, hipnotizando os presentes. Sem dúvida Maria Alice abre porta para outras mulheres mostrando que o Ronco do Bugio está pronto para recebê-las”, afirmou. 

Gastronomia também foi destaque 

Quem prestigiou o evento na sexta (26) e no sábado (27) pôde degustar a típica comida gaúcha e campeira de forma totalmente gratuita. No primeiro dia de Festival os Cozinheiros do CTG Rodeio Serrano foram os responsáveis pelo comando das imensas panelas ao servir o tradicional Carreteiro de Charque. O segundo dia ficou por responsabilidade do grupo Cozinheiros de São Chico, que marca presença pelo segundo ano no evento, apresentando feijoada, carreteiro de charque e quirera com carne de porco, tradicional comida cabocla. 

Airton Nunes, membro dos Cozinheiros de São Chico destaca que a união da música e da culinária juntas possuem um potencial ainda maior de preservar a cultura e tradição do povo gaúcho. “No total, durante os dois dias de evento, foram servidas mais de mil refeições de forma totalmente gratuita. É um pequeno presente ao público que ano após ano comparece para prestigiar um evento que é a cara do Rio Grande”.

Confira a premiação: 

1º Lugar
Só São Chico Tem!
Letra: Paulo Ricardo Costa e Jones Andrei Viera
Música: Jones Andrei Vieira e Daniel Silva
Intérpretes: Daniel Silva e Jones Andrei Vieira

2º Lugar
Respeitem meu canto
Letra: Paulo Moraes Trentin
Musica: Carlos Moller
Intérprete: Lincon Ramos

3º Lugar
Quando o palco se veste de campo
Letra: Paulo Moraes Trentin
Música: Rodrigo Pires
Intérprete: Leandro Ramos

Melhor Instrumentista
Rodrigo Pires
Bugio: Quando o palco se veste de campo

Melhor Intérprete

Maria Alice Watts
Bugio: O gaiteiro tocava um bugio

Musica mais popular
Bugio: Matizes Serranas

Melhor Instrumental de Gaita
Samuca do Acordeon 
Bugio: Dedos de São Chico “Homenagem ao Mestre Albino Manique”
Musica: Juliano do JJSV

Ronco da Terra
Matizes serranas
Letra: Leo Ribeiro de Souza 
Música: Ubiratã Reis
Intérprete: Ariel Reis

Fotos: Josiele Silva