Canela,

23 de maio de 2024

Anuncie

Em visita à UCS, ministro Paulo Alvim anuncia realização da 2ª Feira Brasileira do Grafeno e inaugura fase dois do TecnoUCS

Compartilhe:

A Universidade de Caxias do Sul recebeu nesta quinta-feira, dia 29 de setembro, a visita do Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim. Ao longo do dia, o chefe da comitiva ministerial conheceu espaços universitários como a UCSGRAPHENE, o IHVET – Instituto Hospitalar Veterinário, o Instituto de Pesquisas em Saúde (IPS) e o Centro de Coleta de Células-Tronco, no Campus-Sede da Universidade. 

Após almoço com lideranças regionais, comunitárias e acadêmicas, o ministro, acompanhado do reitor Gelson Leonardo Rech, chegou ao TecnoUCS para a 1ª Mostra de Ciência, Tecnologia e Inovação. Pelo espaço, conheceu produtos e serviços de mais de 50 empresas e entidades parceiras do TecnoUCS, localizado no Bloco 59, e recebeu a medalha Reitor Virvi Ramos – Mérito Científico.

Na Mostra, ocorreu ainda a cerimônia de descerramento da fase dois do TecnoUCS. A nova etapa do Parque contempla a criação de novos espaços para empresas de base tecnológica, ambientes para ideação de empreendimentos e um laboratório aberto de prototipação. Os recursos para a implementação da fase dois são provenientes da Chamada Pública MCTI/FINEP nº 01/2021 – “Apoio Financeiro a Parques Tecnológicos em Implantação e em Operação”. A UCS obteve os recursos na ordem de mais de 13 milhões de reais, concedidos pela Finep, agência financiadora pública vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia e Inovação, que vão possibilitar a ampliação.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

O investimento será destinado ao aumento da estrutura e da capacidade de atendimento aos programas ligados à geração de novos negócios de base tecnológica, integrando os Programas StartUCS e ITEC/UCS, da Agência de Inovação UCSINOVA, com o propósito de promover a conexão e a colaboração entre startups e empresas. Haverá mais 19 espaços para empresas em fase de incubação e aceleração, uma sala de design estratégico para ideação de novos empreendimentos e um laboratório aberto de prototipagem para testes e desenvolvimento de soluções inovadoras. 

O propósito institucional é a ativação de um ecossistema de empreendedorismo inovador, conectando os programas de inovação a fim de impulsionar a colaboração entre startups, empresas e o TecnoUCS.

Lideranças destacam dedicação à inovação

O ministro Paulo Alvim agradeceu e parabenizou os empresários integrantes da Mostra e a Universidade. “Aqui a gente fica muito feliz, porque tem muita ciência e tem muita tecnologia embarcada. E várias das soluções que estão aqui, são soluções que impactam a qualidade de vida das pessoas”, afirmou, vislumbrando o compromisso estabelecido com o desenvolvimento do país. “Aqui a gente vê a interação negócios-universidade acontecendo”, que se expande para todo o estado e país.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Ele destacou a atuação caxiense no âmbito do grafeno como um diferencial made in Brasil, e a contribuição da UCS dentro do desafio tecnológico que é embarcar o material em diversos produtos, “que vão estar disponíveis em empresas nacionais e multinacionais, levando a força do conhecimento brasileiro, a contribuição e o trabalho dos que fazem e empreendem nesse país”.

Na ocasião, o ministro, junto ao reitor da UCS, professor Gelson Leonardo Rech, anunciou a realização da segunda edição da Feira Brasileira do Grafeno. “Já estamos trabalhando, é uma ação coordenada, conduzida pelos atores locais, mas com total apoio da nossa equipe para fazer não só a Feira, mas ir além da Feira: vamos realizar, aqui, o primeiro Simpósio de Materiais Avançados”. Com o olhar da academia e sobre o que está acontecendo no país, o evento está previsto para ocorrer de 2 a 4 de maio de 2023, na Universidade de Caxias do Sul. 

O presidente da Fundação Universidade de Caxias do Sul, José Quadros dos Santos, pontuou que a entidade, comunitária e filantrópica, atua em diálogo permanente com a sociedade e com foco na promoção do desenvolvimento regional. “Esse desenvolvimento se comprova em importantes movimentos como os que hoje formalizamos, de nova fase da atuação do TecnoUCS, que conta com subvenção da Finep; e da consolidação como referência na atuação da UCSGRAPHENE, planta de produção de grafeno, que também se traduz pela realização de grandes eventos na área”, ressaltou.

O reitor da UCS, professor Gelson Leonardo Rech, agradeceu a visita, também em nome da Fundação Universidade de Caxias do Sul. “Junto ao Finep, através do seu Ministério, conseguimos cem milhões para investir em inovação”, lembrou, convidando os empresários da região a conhecerem a Instituição e se conectarem ao Parque de Ciência, Tecnologia e Inovação. “E que juntos, nos próximos anos, ocupemos um prédio de 10 mil m², icônico, aqui dentro da nossa Instituição, previsto para abrigar 150 empresas e desenvolver o Brasil”.

O prefeito de Caxias do Sul, Adiló Didomenico, considerou que Caxias é uma cidade “que deu certo pela garra, determinação, pelo esforço, pela fé e pelo trabalho da sua gente. Somos a cidade que aplicou a lei mais atualizada de inovação do país”. “Estamos na Universidade na qual eu tenho orgulho de ter estudado. Ela tem mais de uma centena de patentes, grandes projetos, temos um aterro, o melhor do país, fruto da pesquisa e do trabalho desta Instituiçao”, contextualizou, citando outras iniciativas desenvolvidas junto à UCS.

O presidente do MobiCaxias, Rodrigo Postiglione, destacou a apresentação, ao ministro, da pesquisa e do desenvolvimento que é feito na Universidade. “Quando falamos em mobilização, Caxias do Sul só faz agradecimentos a essas grandes pessoas que realmente são mobilizadas”.

Pedidos ao ministro

Durante a passagem do ministro Paulo Alvim pela UCS, o reitor Gelson Leonardo Rech entregou documentos com pedidos para o estímulo e financiamento de dois projetos. O primeiro contempla “A promoção da saúde pela terapia celular avançada”, com foco na criação de produtos de terapia regenerativa a antineoplásica, a partir de elementos celulares e moléculas bioativas. Entre os objetivos está associar o grafeno à terapia celular. 

O segundo projeto trata da implementação de um “Centro de Inovação em Saúde Única” com atuação ampla na área. Por meio do centro, será possível realizar estudos e pesquisas avançados com foco em diagnóstico e vigilância epidemiológica de microrganismos associados a doenças infecciosas entre humanos e animais, conhecidas como zoonoses.

Empresas e entidades que integraram a 1ª Mostra de Ciência, Tecnologia e Inovação

MobiCaxias

SAV Motors do Brasil

Studio 360

Apolo Soluções em Plásticos

Bovaz

Núcleo Sistemas

ILAR SERVIÇOS DE TECNOLOGIA

Arrow Mobility

Realdrive Simuladores

Prediza Tecnologia da Informação

Mercosul Motores Elétricos

Dillon Biotecnologia

Aquilla Saneantes

Keko Acessórios

XPlay Digital

Portanuova Engenharia

Znano Grafeno e Nanotecnologia

Marcopolo

FluxoSolar Sistemas de Energia

Creare Sistemas

Alternativa Componentes

Longhi Engenharia e Automação

Instituto Hélice

Tonederm

Cool Tea Company

ASIAGO

BIONICOOK FOODS BRASIL

City Living Lab

Soprano

WOEN Pessoas e Trabalho

SICT

Toigo Sistemas Automotivos

AgroVantagens – ZurichBank

Trino Polo

Introduce Tecnologia para Crescer

IBR Redutores

Ford

Eletec

Murbi

IQA

SUED Motors

FNM

CDL

Sebrae

Sicredi

Viva Broto

Randon

Olympikus

Simecs

Prefeitura de Caxias do Sul