Canela,

18 de maio de 2024

Anuncie

Paty Viale

PATY EM SÃO CHICO

Patrícia Viale

PATY EM SÃO CHICO • 29 de Setembro de 2022

Compartilhe:

Livro sobre Bugiu

O gaiteiro Israel da Sóis colocou a música no papel. A ideia do livro, “O Ritmo Musical do Bugiu – Nos Campos de Cima da Serra e no Rio Grande do Sul”, surgiu de uma inquietude a respeito da história, das origens deste ritmo, tão típico dos Campos de Cima da Serra, o bugiu. “A história tem valor imenso e isto aprendi com o músico Honeyde Bertussi. Ele e o Adelar Bertussi, outro músico de renome, é que sugeriram que eu escrevesse um livro sobre a história do ritmo”, conta Israel.

“Como músico percebi que, era preciso registrar esta evolução musical. Escrevi à mão este livro, que envolveu muita pesquisa musical e histórica, para comprovar fatos. Foram cerca de dez anos de pesquisa sobre o assunto. Quero deixar minha contribuição para a história da música gaúcha nestas quase 200 páginas de pesquisa”, conclui o gaiteiro.

Israel da Sóis lançará “O Ritmo Musical do Bugiu – Nos Campos de Cima da Serra e no Rio Grande do Sul”, pela editora Escrita Serrana, no dia 05 de outubro, às 18h, no Centro de Informações Turísticas, em São Francisco de Paula.

Foto: Reprodução

• Siga a Paty no Instagram!

Fazenda da Cria

Todas as semanas, a Fazenda da Cria produz seus pães e cucas para venda em São Chico. Entre os sabores mais procurados está a cuca de ruibarbo, que mistura a acidez e o doce. Já são 20 mil pés de ruibarbo cultivados na Fazenda. O proprietário Seu Sadi é pioneiro em plantio de hortifrutigranjeiros, nos Campos de Cima da Serra. Com a mesma visão, que o tornou o primeiro produtor de alho poró do estado anos atrás, ele acreditou no cultivo do ruibarbo e envolveu toda a família no projeto.
O ruibarbo, produzido pela Fazenda da Cria, já pode ser encontrado na Ceasa, em Porto Alegre, e em pontos de venda na Região das Hortênsias e nos Campos de Cima da Serra.

Foto: Reprodução

Primavera

A estação mais florida do ano chegou e o convite é florir os jardins e ruas. Na fruteira e floricultura do Ari, ao lado do CTG Rodeio Serrano, se encontram mudas de flores de espécies variadas e coloridas para esta nova estação.

Foto: Reprodução