Canela,

17 de maio de 2024

Anuncie

Interesses ambientais, sociais e culturais fazem parte do novo Plano Diretor

Compartilhe:

Construído com muitas mãos, entre consultores especializados, Comissão do Plano Diretor, Executivo, Legislativo e após ampla participação da comunidade, o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado (PDDI) norteia a cidade para o desenvolvimento sustentável e planejado. Por isso, os interesses ambientais e culturais estão inclusos no Plano, que entre outras coisas, visa a preservação do patrimônio cultural e do meio ambiente a fim de promover a qualidade de vida da população.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

A preservação do meio ambiente é diretriz fundamental do Plano, visando o desenvolvimento do turismo e garantindo uma cidade sustentável. Segundo os Projetos Urbanísticos Relevantes, o Parque dos Pinheiros tem um potencial de agregar aproximadamente 200 hectares em área e o Parque das Orquídeas, que atualmente tem cerca de 30,9 hectares, pode aumentar aproximadante 10 hectares. Com o novo Plano Diretor, o planejamento urbana e a arquitetura deverão contar com reciclagem e baixo consumo de energia, além dos novos empreendimentos terem o compromisso de contar com infraestrutura de esgoto e pluviais.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

No que diz respeito ao interesse cultural, o plano revisa as Áreas de Preservação Cultural (APC), que são espaços de interesse cultural, histórico, contemporâneo, antropológico, arqueológico e artístico com o objetivo de preservar, valorizar e promover a identidade e a memória do município de Gramado.

Crédito: Ascom/PMG