Canela,

18 de maio de 2024

Anuncie

Educação para a Cidadania e Justiça Socioambiental: UCS passa a sediar Cátedra Unesco

Compartilhe:

Diretora da Área do Conhecimento de Humanidades, Terciane Ângela Luchese, reitor da UCS, Gelson L. Rech, professor da Cátedra, Danilo Romeu Streck, e pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Everaldo Cescon.

Ao integrar o Programa Cátedras UNESCO, Universidade de Caxias do Sul se conecta a uma rede que envolve mais de 850 instituições em 117 países

Educação para a Cidadania e Justiça Socioambiental é o tema da Cátedra Unesco que será sediada na Universidade de Caxias do Sul. O projeto recentemente aprovado pela UNESCO, em Paris, no final de setembro, obteve parecer favorável do escritório nacional da entidade, em Brasília, com chancela do Itamarati, e recebeu o apoio de mais de duas dezenas de instituições nacionais e internacionais.

Na UCS, a Cátedra estará vinculada diretamente à Área do Conhecimento de Humanidades e também ao Programa de Pós-Graduação em Educação, mas vai possibilitar uma interlocução permanente com diversos cursos de graduação e de pós-graduação.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

As cátedras UNESCO têm a função de construir pontes entre a academia, a sociedade civil, as comunidades locais e informar decisões em políticas sobre o tema a que se destinam, no caso da UCS, a educação para a cidadania e para a sustentabilidade.

O Programa se configura como uma rede aberta, na Universidade e fora dela, contemplando atividades como intercâmbios de docentes e discentes, reuniões conjuntas de trabalho, conferências abertas, publicações e etc. No âmbito da UCS, anualmente, pretende-se realizar um evento abordando temáticas que se vinculam à Educação para a Cidadania e Justiça Socioambiental.

“Sabemos que a certidão de nascimento, a carteira de identidade ou o passaporte atestam que somos cidadãos e cidadãs de determinado país. Mas sabemos também que os grandes problemas que afligem nossas sociedades, a humanidade como um todo e a própria vida no planeta extrapolam os limites geográficos nacionais. A mudança climática, as migrações por fome ou perseguição política, assim como as negociações envolvendo produtos, desde soja e carne a programas de computador, envolvem cada vez mais complexas interconexões globais para as quais se necessita preparo para uma inserção bem informada e eticamente responsável”, sintetiza o professor Danilo Romeu Streck, que será responsável pela Cátedra da Unesco na UCS, destacando a tarefa impostergável da educação em priorizar tais temas nas escolas e em outros lugares de formação e de convivência.

Universidade Conectada com seu Tempo

A Cátedra Unesco vincula a UCS a uma rede formada por diversas entidades no mundo todo. Potencialmente são mais de 850 Instituições de Ensino que integram o Programa das Nações Unidas. Nesse sentido, o projeto a ser implementado permite uma ampla movimentação de conhecimentos e de ações, além de que a Cátedra sediada na UCS contará com parcerias nacionais e internacionais.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

O reitor da UCS, professor Gelson Leonardo Rech, destaca que a Universidade já pensa na criação de um evento anual para compartilhar experiências, além de fomentar debates em torno da Educação para a Cidadania e Justiça Socioambiental.

“A Cátedra Unesco coloca a Universidade em outro plano em termos de debate global. Queremos aproveitar essa conexão para ampliar estudos, debates e discussões em torno de assuntos contemporâneos que orbitam a temática da nossa cátedra. Queremos transformar essa nossa conexão global em possibilidades de estudos e conhecimentos para toda a comunidade acadêmica”, afirmou.