Canela,

14 de abril de 2024

Anuncie

Prefeito Nestor Tissot promulga Lei da Família Acolhedora

Compartilhe:

Foto: Secretária Ilton Gomes, promotor de justiça Max Guazzelli, procuradora Mariana Reis, prefeito Nestor Tissot e juíza Aline Rissto.

Na tarde desta segunda-feira (31) o prefeito Nestor Tissot esteve no Fórum de Gramado onde ele e a juíza da Segunda Vara de Gramado, Aline Rissato, realizaram a promulgação da Lei da Família Acolhedora e assinaram o Termo Cooperação do Programa Apadrinhar.

É importante ressaltar que embora o “Serviço de Família Acolhedora” e o “Programa Apadrinhar” encontrem-se vinculados aos Serviços de Proteção Social Especial de Alta Complexidade, da Secretaria de Cidadania e Assistência Social, ambos diferem-se em suas características e modalidades.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

O “Serviço de Família Acolhedora” possui caráter obrigatório e continuado e encontra-se regulamentado través da resolução nº 109/2009. O objetivo da Família Acolhedora é possibilitar o cuidado temporário em casas de famílias acolhedoras, para crianças, adolescentes ou grupo de irmãos que, no momento, não podem permanecer na sua família de origem. A criança ou adolescente e sua família de origem serão acompanhados por assistente social e psicólogo do serviço. A apresentação completa do Programa pode ser conferida através deste link: https://bit.ly/FamiliaacolhedoraLei

Já o “Programa Apadrinhar” é um instrumento de organização que tem por objetivo estimular a manutenção de vínculos de crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional com pessoas da comunidade que se habilitem na forma de padrinhos/madrinhas, possibilitando a ampliação das oportunidades de convivência familiar e comunitária a esse público infanto-juvenil.

O prefeito Nestor Tissot destacou que o projeto da Secretaria da Cidadania e Assistência Social, sob coordenação do secretário interino Ilton Gomes, é uma alegria, porque vai beneficiar os jovens, dando-lhes novas oportunidades. “Queremos que todos tenham as mesmas oportunidades para que possam se desenvolver em família e se tornar cidadãos gramadenses preparados”

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

A juíza Aline Rissato afirma que a assinatura representa um marco para Gramado, já que vai beneficiar a vida dos acolhidos dando a oportunidade de uma convivência familiar, sem que fiquem institucionalizados. “Agora vamos trabalhar para conseguir muitas famílias e para tentar garantir ambientes para todos os jovens”, afirma.

Para saber mais sobre “Serviço de Família Acolhedora” e o “Programa Apadrinhar”, basta entrar em contato com a Secretaria da Cidadania e Assistência Social, especialmente com o Abrigo Municipal através do número (54) 32860791.

Crédito: Ascom/PMG