Canela,

20 de junho de 2024

Anuncie

Justiça condena réu a 12 anos de prisão por tentativa de homicídio, em Canela

Compartilhe:

Quarto júri popular do ano na Comarca aconteceu na última sexta (28)

A 1ª Vara Judicial da Comarca de Canela realizou o quatro júri popular deste ano, na última sexta (28), quando foi analisada uma acusação de tentativa de homicídio.

O fato em questão, aconteceu na madrugada de 9 de setembro de 2022, quando Édison dos Reis Lawrenz desferiu diversos disparos de arma de fogo contra outro homem, em sua residência na Rua dos Piratas.

A vítima ficou tetraplégica, tendo um dos projéteis ficado alojado em sua coluna. Ambos eram amigos de infância e teriam feito uso de drogas e bebidas alcoólicas na noite dos fatos. A motivação não ficou apurada durante o julgamento, mas não surgiram elementos que indicassem alguma conduta da vítima de que tivesse colaborado para o desenrolar dos fatos.

Ainda, o réu é reincidente em crimes graves.

O júri popular aconteceu no auditório do Campus da UCS, em Canela. A vítima, que se encontra acamada, foi ouvida por vídeo chamada.

O júri reconheceu a autoria do crime e afastou as teses defensivas. Assim, Lawrenz foi condenado a 12 anos e seis meses de prisão em regime fechado, dos quais, ainda restam cumprir 10 anos e cinco meses, pois o condenado se encontra preso preventivamente pelo crime.

O juiz Vancarlo Anacleto, em sua sentença, manteve a continuidade da prisão preventiva, pela gravidade do crime cometido e para a preservação da ordem pública, levando ainda a reincidência do condenado em crimes contra a vida. Desta forma, Lawrens vai aguardar na prisão os recursos e possíveis julgamentos em outras instâncias.

A 1ª Vara Judicial da Comarca de Canela ainda deve realizar mais dois júris populares neste ano, ambos no mês de novembro.

Fotos: Francisco Rocha