Canela,

20 de junho de 2024

Anuncie

Prefeitura Municipal de Canela emite nota de repúdio ao jornalista Eduardo Bueno

Compartilhe:

Nos últimos dias, o Município de Canela, assim como outros Município da Serra Gaúcha e até mesmo do Brasil, foram surpreendidos com o posicionamento desrespeitoso e vexatório publicado pelo jornalista, Eduardo Bueno, o “Peninha”.

Em seu discurso, o historiador e escritor desmereceu cidades da Serra Gaúcha, no aspecto turístico, gastronômico, arquitetônico e cultural, com a nítida finalidade de exaltar seu descontentamento com o resultado das urnas do dia 30/10/2022.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

A Serra Gaúcha, especialmente a cidade de Canela, é um dos maiores destinos turísticos de nosso país e, ao atacar com desprezo a nossa cultura, nossa gastronomia e nossos eventos, está, juntamente, ofendendo a bravura de nosso povo que luta por suas raízes e culturas, bem como atinge os turistas que escolhem a nossa região para passear em família, fazer eventos, casamentos, viver o romantismo e o aconchego que só a Serra Gaúcha oferece.
Ao insultar um povo, insulta-se toda a sua história carregada de honra, dignidade e amor pelas suas raízes. Ao sugerir que esse povo adoeça é desejar que toda sua história adoeça junto. É um desrespeito sem tamanho ao ser humano, o que não se pode, jamais, admitir.
A manifestação é totalmente infeliz, eis que, tudo aquilo que fora dito por ele, revelou-se como uma fala xenofóbica e completamente desrespeitosa, utilizada para, de fato, atingir a todos os moradores da Serra Gaúcha, apesar dele ter utilizado de seu posicionamento político como escopo para proferir tão baixas palavras de forma gratuita.

O Município de Canela e a AMSERRA, manifestam-se, neste momento, em nome dos cidadãos que aqui habitam, bem como por todos aqueles que prestigiam as nossas cidades, em total REPÚDIO a tal comportamento maldoso e injustificado.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

A Constituição Federativa do Brasil elenca, taxativamente, que todos são igual perante a lei, sem distinção de qualquer natureza. Em pleno ano de 2022, não há mais espaço para manifestações de disseminação de ódio, desrespeito e preconceito, como o feito pelo historiador, que muito frequentou a Cidade de Canela.