Canela,

17 de maio de 2024

Anuncie

Ator, morador de Canela antagoniza filme gravado na Serra Gaúcha!

Compartilhe:

A história que encantou mais de 30 mil estudantes gaúchos em 193 escolas ganha uma nova fase: Carmina e Magnus, os feiticeiros do reino mágico de Castrum, terão sua origem contada na telona. O projeto cultural Livro Que te Quero ao Vivo entra em sua segunda etapa com o desenvolvimento de um filme gravado nas cidades de Monte Belo do Sul, Garibaldi, São Francisco de Paula, Gramado e Montenegro. As filmagens começaram em setembro e seguem até meados de novembro. A previsão de lançamento é para fevereiro de 2023.

Ally, ator nascido em São Francisco de Paula, e atualmente morador de Canela, na serra gaúcha, interpreta Troy, um feiticeiro de uma linhagem nobre, que não medirá esforços para vencer Carmina, a protagonista da história, interpretada por Duda Reinheimer de Caxias do Sul.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

A seleção ocorreu por meio de audições presenciais em Caxias e Gramado, com a participação de mais de 150 atores. Uma equipe de 15 pessoas atua na produção, com a direção, fotografia, arte, técnica de som, pós-produção e desenvolvimento de trilha sonora.

” Acho uma tremenda responsabilidade estar nesse projeto, mas, ao mesmo tempo me dá uma sensação de felicidade, ao saber que nós artistas aqui da serra, estamos tendo visibilidade e espaço no audiovisual, realmente, Canela, Gramado e São Francisco são fábricas de talentos!” relata Ally.

A iniciativa também busca parcerias para viabilizar sessões em cinemas na região, a fim de marcar o lançamento. O filme será inscrito em festivais de diversos locais do mundo. Após essa etapa, será buscada a inserção em plataformas de streaming.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Perguntado se Troy, pode ser o papel mais desafiador da carreira, por ser um vilão, Ally responde:

”É o meu primeiro papel no cinema, por si só, já é um desafio, mas além disso o Troy tem uma personalidade muito diferente da minha considerado até como um vilão, eu já o defendo (Ally ri), pois ele se sente acordo com a chegada de Carmina, e usando da sua criação reage. Então creio que sim, por sermos muito diferentes, é ser um papel com uma carga maior, para um ator acostumado com a linha da comédia em shows, é um dos, se não o papel mais desafiador da minha vida até agora!”