Canela,

15 de junho de 2024

Anuncie

Ju Alano

EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Juliana Alano

O SEU COMPORTAMENTO REFLETE O SUCESSO DO SEU NEGÓCIO • Juliana Alano

Compartilhe:

Caro leitor, há algumas semanas falamos aqui na coluna sobre o que fazer na época de “vacas gordas” já que a economia no período de final de ano se aquece naturalmente. Hoje vamos falar de 3 possíveis comportamentos dos empresários quando têm mais dinheiro em caixa:

• SIGA A JULIANA NO INSTAGRAM

1 – Aproveitam pagar contas (vivem num ciclo vicioso);

2 – Gastam como se não houvesse amanhã;

3 – E por fim, aqueles que buscam consolidar o negócio e crescer de forma sólida.

O problema de sempre aproveitar para pagar as contas mostra duas situações bem negativas, a primeira é que algo está errado no processo, se não estaria com elas em dia. E a segunda é de gastar um dinheiro que ainda não fez, pois sempre vai depender da próxima temporada dar certo, deixando o custo financeiro alto e virando escravo do seu próprio negócio.

Já o que aproveita para comprar de tudo, trocar de carro, compra imóvel, faz estoque gigante, acaba perdendo competitividade no negócio, cria vícios na operação e no comportamento pessoal, além de depender da próxima temporada. Outra situação corriqueira é que muitas vezes ele precisa vender o que o comprou para conseguir sobreviver e manter a empresa de portas abertas, perdendo muito dinheiro.

Enquanto os que aproveitam para consolidar o negócio e crescer de forma sólida, estão em outro nível de conhecimento e comportamento, eles têm um plano claro, mormente fazem o planejamento do ano todo e a previsão orçamentária (mesmo que seja de forma simples). Assim, sabem quanto podem gastar, quanto precisam vender em cada mês, ou seja, mantém o seu negócio no controle das suas mãos e não vivem de acordo com as circunstâncias.

• Confira todas as colunas da Juliana clicando aqui

Aliás, o que fazer então? Você empresário precisa aproveitar esse momento para criar um plano financeiro, ter os principais números, saber seus limites e seus potenciais, entender a hora de acelerar e a hora de segurar os gastos. Já que é fundamental saber o custo de sua operação, as margens de contribuição, os produtos tracionadores de faturamento, o que pode ser usado para fazer ainda mais dinheiro na época da alta, criar sua cobertura de capital, dentre outros. Enfim, claro que ninguém melhor que você para saber disso, mas minha recomendação nessa hora é que contrate um bom consultor para te ajudar a ter essas respostas e minimizar seus erros que levam sua lucratividade embora. Escolhas erradas nesse momento podem provocar situações que vai fazer você demorar 5 anos ou mais para sair delas. Pense nisso!