Canela,

21 de abril de 2024

Anuncie

Homem que matou companheira e vizinho em Gramado planejava assassinar uma terceira pessoa

Compartilhe:

Polícia Civil divulgou detalhes do crime. Autor alega motivo passional

O Delegado de Gramado, Gustavo Barcellos, divulgou detalhes da investigação sobre a morte de duas pessoas em Gramado. O autor, conhecido das forças de segurança e que cumpria pena no regime semiaberto, com tornozeleira eletrônica, admitiu os crimes e revelou que pretendia matar uma terceira pessoa neste final de semana.

O assassino, de 40 anos, foi detido na tarde de sábado (26/11), por volta das 14 horas, quando a Brigada Militar de Gramado foi acionada no bairro Prinstrop, onde conforme populares, um homem estaria sendo agredido, pois teria agredido e matado um vizinho.

O suspeito foi detido e encaminhado à delegacia de Polícia, onde confessou que matou José Noeli Fogaça da Silva, 76 anos, natural do Paraná e morava em Gramado desde 2002. O idoso foi morto a golpes de martelo por volta das 21h de sexta (25), na casa em que residia, vizinha ao suspeito.

Segundo o autor, o idoso mantinha uma relação amorosa com sua companheira, que ele verificou em mensagens no celular da mulher, motivo pelo qual foi morto.

Ainda na DP, o autor confessou que pelo mesmo motivo matou sua companheira, Lidiane Jurema dos Santos Pinto Carvalho, 42 anos, natural de Esteio e que residia em Gramado.

Ela foi morta, também com golpes de martelo, ainda na última terça (21). Ela já figurava como desaparecida após ocorrência registrada pela família. Após o crime ele enterrou o corpo de Jurema no pátio da casa onde ele residia de favor. O corpo foi removido com o auxílio do Corpo de Bombeiros e a presença da perícia.

Por fim, o assassino revelou que a companheira mantinha relacionamento com outro homem, o seu plano era matar ele neste final de semana.

Foto: Divulgação/DP Gramado