Canela,

21 de fevereiro de 2024

Anuncie

Espetáculos “A Fábrica de Sonhos” e o Show de Luzes estão suspensos em razão da Operação Cáritas

Compartilhe:

Foto: Cid Guedes.

Desde quarta-feira (14), empresários locais se preocupam com a ausência dos atrativos, já que os visitantes estão deixando de consumir na cidade de Canela

Os espetáculos “A Fábrica de Sonhos” e o show de luzes da Igreja de Pedra estão suspensos por tempo indeterminado, desde a última quarta-feira (14), em razão da 10ª fase da Operação Cáritas, que investiga irregularidades e suspeitas de corrupção nas áreas de turismo e eventos em Canela. Ambos espetáculos contam com a produção e contratação do produtor cultural, Elias da Rosa, um dos presos durante a operação.

Elias é diretor do espetáculo “A Fábrica de Sonhos”, contratado junto ao Sonho de Natal de Canela. Já a contratação do show de luzes da catedral, é de responsabilidade da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Desde quarta-feira (14), comerciantes locais demonstram preocupação com a ausência das apresentações, já que os visitantes programados para assistirem o Natal da cidade vão para a frente da igreja esperar as projeções, porém, os atrativos não acontecem. Alguns voltam para sue hotéis ou vão para Gramado e deixam de consumir na cidade de Canela.

Cientes do receio de seus associados do comércio local, a Associação Comercial Industrial de Canela (ACIC) têm pleiteado formas de retomar os dois espetáculos de luzes que estão em hiato. Para isso, a ACIC encaminhou à Prefeitura Municipal de Canela, um ofício pedindo para o prefeito Constantino Orsolin peticionar, junto a 1ª Vara Judicial da Comarca de Canela, o mantimento dos atrativos, uma vez que até mesmo a contratação com o poder público por parte de Elias da Rosa está suspensa.

Justificativa da associação:

Este espetáculo é fundamental para a atração e permanência dos visitantes na área central da cidade nestes horários, movimentando a gastronomia e o comércio local do entorno da Praça da Matriz, mas também dos estabelecimentos localizados na Rua Felisberto Soares, entorno da Praça João Corrêa e da Av. Osvaldo Aranha, que representam em torno de 90 empresas responsáveis por mais de 600 empregos diretos, sem contar os prejuízos causados na imagem de Canela e do evento Sonho de Natal, no relacionamento com os patrocinadores atuais e futuros, na geração de impostos e na renda da própria comunidade.

Na quinta-feira (15), o presidente da ACIC, Lucas Dias, esteve com todos os atores presentes neste processo, incluindo o Juiz da 1ª Vara Judicial da Comarca de Canela, Vancarlo Anacleto, o Delegado de Polícia Civil de Canela, Vladimir Medeiros, a secretária de turismo, Carla Reis e o prefeito Constantino. Todos compreenderam a preocupação dos empresários canelenses e se manifestaram positivamente quanto a retomada dos shows.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Ocorre que o pedido deve ser feito pela Prefeitura Municipal, que é a responsável pelo contrato do espetáculo “A Fábrica de Sonhos”, do Sonho de Natal.

Empreendedores locais aguardam a manifestação de Constantino Orsolin, principalmente, a respeito do processo judicial da 10ª fase da Operação Cáritas, para que os shows possam ser retomados e mantidos até 15 de janeiro, quando se encerra o 35° Sonho de Natal.

Errata:

A Paróquia Nossa Senhora de Lourdes informa que, ao contrário do afirmado no segundo parágrafo deste texto, não contratou nem é responsável pela contratação de nenhum show de luzes ou apresentação de Natal. Apenas concedeu autorização para que o espetáculo fosse projetado na fachada da Igreja. O responsável pela contratação dos espetáculos é o Município de Canela.