Canela,

29 de fevereiro de 2024

Anuncie

Canela – Polícia Civil divulga dados sobre homicídios em 2022

Compartilhe:

A Polícia Civil de Canela monitora os índices de criminalidade na cidade desde o ano de 2013. Dentre os crimes cujos números não monitorados encontram-se homicídios e latrocínios. O Delegado Vladimir Medeiros, titular do órgão policial, publicou, na última semana do ano, dados dos últimos doze meses, afirmando que o ano de 2022 apresenta o menor número de mortes dessa natureza desde 2016. No ano de 2022, Canela registrou cinco homicídios consumados.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Em 10 de janeiro, Leonardo Adão Pinto Duarte foi morto após desavença. Seu corpo foi encontrado em um matagal; Em 17 de março, Vera Maria Santos de Moraes foi morta por disparo de arma de fogo durante assalto a seu mercado, no Bairro São Luiz; Em 24 de março, André Ailton Vorpagel foi morto por um amigo após desavença durante pescaria; Em 14 de agosto foram dois homicídios, quando Fernando Souza de Paula foi morto na guerra entre facções e Jardel Ataides de Oliveira foi morto em briga ocorrida na saída de um clube no centro da cidade. Os dois fatos, embora ocorridos no mesmo dia, não têm relação entre si. A autoridade policial lamenta as mortes, referindo que, por se tratar de crime grave, o homicídio é investigado com prioridade e dedicação em Canela.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

O Delegado Vladimir Medeiros informa que os índices apresentam melhora em relação a anos anteriores, referindo que Canela já chegou a ter 11 homicídios em um mesmo ano (2019 e 2021). A autoridade policial atribui a melhora nos números ao elevado índice de esclarecimento de crimes dessa natureza, com apuração da autoria, indiciamento e prisão dos autores.

A Polícia Civil de Canela refere que, desde 2013, esclareceu cerca de 95,5% dos homicídios e latrocínios consumados na cidade.