Canela,

21 de fevereiro de 2024

Anuncie

IX Gramado in Concert define vencedores do Concurso de Composição

Compartilhe:

Vencedor do concurso, Lucas Pigari. Crédito: Mateus Araújo.

O IX Gramado in Concert, que ocorre de 3 a 11 de fevereiro, definiu os vencedores do VI Concurso de Composição. Com 33 inscritos, o concurso, que foi retomado em 2023, elegeu a composição “Mas sei que de alma em alma andas perdido”, de Lucas Pigari (SP), como a grande vencedora. Em segundo lugar, ficou “Maculelê: O Exórdio”, de Jamberê Ribeiro de Cerqueira (BA). O terceiro lugar foi para “Rapsódia Farroupilha”, de Marcos Feitosa (RJ).

Sob a regência do maestro Cláudio Cruz, a obra vencedora será executada pela Orquestra Sinfônica do Festival. O concerto ocorre em 11 de fevereiro, às 19h, no auditório do Expogramado.

Além do Troféu Cosmos, criado pela artista plástica Débora Irion, o compositor Lucas Pigari receberá um prêmio de R$ 5 mil, passagens aéreas e hospedagem para prestigiar os ensaios e a estreia de sua obra.

O vencedor observa que a composição “Mas sei que de alma em alma andas perdido” é baseada no poema “De Alma em Alma”, de João da Cruz e Sousa (1861-1898). “Na primeira metade, sugere-se uma incontornável condição humana de imperfeição, e a sua relação com o místico, com o imponderável e, na segunda metade, o dilema entre a perdição e a esperança”, explica Pigari, que é graduado pelo Departamento de Música da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ribeirão Preto, da Universidade de São Paulo (FFCLRP-USP).

O concurso recebeu inscrições de 11 Estados brasileiros: Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Roraima, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo e Distrito Federal.

Para avaliar as obras inscritas, o coordenador Dimitri Cervo formou uma comissão com compositores e maestros amplamente reconhecidos: Ronaldo Miranda (RJ), Liduíno Pitombeira (CE), Fernando Morais (DF) e Cláudio Cruz (SP).

JOVENS SOLISTAS

O VI Concurso Jovens Solistas também definiu seus finalistas. Com 64 inscrições, os 12 melhores classificados participam da etapa semifinal, que ocorre em 5 de fevereiro de 2023. Cada solista terá 10 minutos para realizar sua apresentação frente ao público e uma banca de professores do festival. Foram selecionados o oboísta Afonso Henrique Bittencourt Brito, do Pará; o percussionista Alisson Jacinto da Silva, do Ceará; o violonista Bruno Felipe Duarte, do Rio Grande do Sul; o saxofonista Bruno Jorge de Sousa, de Minas Gerais; o violoncelista Ederson Eduardo Maquito Velarde, de Arequipa, no Peru; o percussionista Jehison Cruz Chavez, do Peru e residente no Estado de São Paulo; o violinista Joel Victor Dos Santos, do Rio de Janeiro; o violista Luis Fellipe de Oliveira Borges, de São Paulo; o clarinetista Nicolas Jaramillo Milgram, de Santiago, Chile; o trompista Raphael Resende Mendonça, do Rio de Janeiro; a trombonista Sabryna Pinheiro de Faria, do Rio Grande do Sul; e o violinista Samuel Ribas Moreira, do Distrito Federal.