Canela,

20 de junho de 2024

Anuncie

Ju Alano

EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Juliana Alano

VOCÊ TAMBÉM SOFRE DA SÍNDROME DA DATA COMEMORATIVA? • Juliana Alano

Compartilhe:

Caro leitor, 2023 já começou está passando correndo diante de nossos olhos e precisamos aprender a fugir das armadilhas do calendário. Mas você deve estar se perguntando do que se trata especificamente? Das desculpas que contamos a nós mesmos, estou sem tempo, agora é férias, o carnaval é época de baixa, e por aí vai.

Ao contrário que muitos pensam nas épocas de alto movimento, indiferente do setor da economia, é hora de já estar tudo organizado, planejado, costumo dizer o “machado já tem que estar afiado”. Mas o que de fato acontece ano após ano é que estamos sempre olhando pelo retrovisor e contando com a entrada da próxima temporada para cobrir os furos de operação e falta de planejamento, enquanto na realidade poderia estar com tudo em dia e aproveitar estrategicamente essas datas “boas” para fazer mais caixa e crescer.

• SIGA A JULIANA NO INSTAGRAM

Em dezembro você deveria ter feito o seu plano financeiro para o próximo ano, ou seja, projetar os números que você pretende atingir dentro de cada período, colocando nos períodos de alta maior volume de entrada e também de saídas. Já no mês de janeiro é época de fazer a análise de resultado do ano anterior e validar se o que foi planejado está coerente, quais as estratégias deram certo e quais precisam ser avaliadas.

Ter organização vai fazer com que você trabalhe com mais segurança, clareza e assertividade, já que saberá quais as metas que gostaria de alcançar e o plano de como chegar lá. É Importante ressaltar que não devemos ficar isolados olhando uma fração de 12 meses, é necessário pensar a médio e longo prazo no que se gostaria de fazer, seja comprar o prédio próprio e sair do aluguel, fazer uma reforma, comprar novas máquinas e equipamentos, coisas que as vezes demoram mais de 5 anos, e 2023 já faz parte de ações que precisam caminhar ao encontro com o que deseja no futuro.

Pare de contar desculpas para você mesmo, que tudo está difícil, que vai esperar o movimento melhorar para ver se vai dar para fazer algo, pois lamento lhe dizer que a tendência é que não consiga chegar lá mesmo, e você vai pensar mais uma vez, que tinha razão e que não deu novamente. Já que tudo que acredita vai se realizar e se acredita que não vai dar, com certeza é exatamente isso que vai acontecer. CUIDADO pessoas que são BOAS em arranjar DESCULPAS raramente são boas em QUALQUER outra coisa.