Canela,

21 de junho de 2024

Anuncie

Prefeitura de Canela repassou mais de 4 milhões para as instituições

Compartilhe:

A administração municipal encerrou o ano de 2022 repassando para as entidades canelenses um montante de R$ 4.063.239.81. Durante coletiva de imprensa realizada na semana passada, o prefeito Constantino Orsolin destacou que os recursos são uma forma de valorizar o trabalho desenvolvido no município. “As entidades realizam um papel fundamental em nossa cidade, atendendo toda a população nas áreas de assistência social, educação e saúde. São organizações parceiras da Prefeitura e que realizam um trabalho de extrema importância para a sociedade”.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

Para o Centro Municipal de Proteção dos Animais de Canela (CEMPRA), que é um abrigo temporário de animais abandonados, em sua maioria vítimas de maus tratos e encaminhados pelos órgãos de segurança para o adequado atendimento e tratamento, foram R$ 597.817,92.

Para a unidade de acolhimento a mulheres vítimas de violência – Casa Vitória, por meio da Associação Coração de Ouro, foram R$ 576.000,00. O local serve para atender todas as vítimas de violência doméstica que registram ocorrência, independente da necessidade ou não de acolhimento. Após a expedição da medida protetiva é agendado atendimento psicológico na instituição, seguido de acompanhamento jurídico inicial e serviços que a OAB Canela/Gramado presta por meio de advogadas voluntárias. No ano passado foram 382 atendimentos gerais e 20 acolhimentos.

Já para a Associação Evangélica Beneficente Rosa de Sarom – Casa Lar, foram investidos R$ 997.879,58. O serviço realizado pela entidade é de acolhimento institucional no município de Canela desde 2009, onde são beneficiadas crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social e risco. Os recursos mantenedores vêm, além do repasse da Prefeitura, de contribuição dos associados, doações e promoções. A entidade tem capacidade para acolher 40 crianças e adolescentes de 0 a 18 anos em três casas separadas por grupos de irmãos e faixa etária: Casa Azul e Casa Amarela (12 a 18 anos) e Casa das Crianças (até 11 anos).

A equipe técnica é composta por assistente social, psicopedagoga, psicóloga e coordenadora. O grupo realiza atendimentos às famílias das crianças e adolescentes acolhidos no abrigo e reuniões junto ao Creas, assim como os encaminhamentos para os profissionais da rede. Além disso, as escolas acionam a coordenação, psicóloga ou assistente social, para os assuntos relacionados a comportamento e aprendizagem. A equipe técnica é responsável pela elaboração de documentos acerca da situação das crianças/adolescentes a serem encaminhados ao judiciário.

A Associação Assistencial Dom Luiz Guanella, que coordena o Centro Social Padre Franco, recebeu R$ 691.832,87. A entidade tem como objetivo promover a inclusão e o desenvolvimento humano e social de crianças e adolescentes. São oferecidos às crianças café da manhã, almoço e lanche da tarde, além de aulas de informática, educação física, música, dança, teatro, reforço escolar, tecido, violão, capoeira, banda marcial, entre outras atividades. Para quem ainda não conhece o Centro Social Padre Franco, ele está situado no bairro Santa Marta e tem o objetivo de acolher crianças e adolescentes no turno inverso da escola, oferecendo atividades extracurriculares aos menores, além de oferecer alimentação, aprendizado, bem-estar e segurança. Em 2022, o Centro Social atendeu 220 alunos.

Para as Irmãs Filhas de Santa Maria da Providência, que administra o Oásis Santa Ângela foram repassados R$ 337.823,42. A instituição de longa permanência de idosas foi fundada em 1970 pelas Filhas de Santa Maria da Providência. Recebeu o nome para homenagear sua idealizadora, a Madre Geral Ângela Cettini. O lar conta com 44 dormitórios (individual, duplo e triplo), totalizando 84 vagas para idosas com idade igual ou superior a 60 anos. Ao todo são cinco alas. O local conta, ainda, com cozinha, lavanderia, sala de enfermagem, sala para atendimento médico, farmácia interna, sala de fisioterapia, solário, sala para trabalhos manuais, salão de beleza, salão de festas, capela, sala de costura e biblioteca.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Para a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais de Canela (APAE) foram R$ 415.500,00 que são revertidos em benefícios para a entidade que trabalha com a educação e o desenvolvimento de crianças e jovens com necessidades especiais.

Para os universitários foram dois repasses: um para a União Canelense de Estudantes, R$ 323.400,00, beneficiando alunos da ULBRA, UCS, FSG, Murialdo, UERGS, Escola São Francisco, FTEC, Anhanguera e Escola Hellen Keller e para Sociedade Serrana de Universitários que beneficia os estudantes da Faccat, foram R$ 125.986,02. “O valor que repassamos é para contribuir no trabalho que as entidades desempenham no nosso município. Sabemos que todas as entidades são extremamente importantes porque elas são uma extensão do trabalho social, educacional e tem um papel importantíssimo na vida das pessoas da nossa cidade”, finalizou o prefeito Constantino Orsolin.