Canela,

21 de fevereiro de 2024

Anuncie

Canela – PATRAM desvenda esquema de venda ilegal de terras, maus tratos e intervenção em área de preservação ambiental

Compartilhe:

Na manhã de domingo (05), Policiais Militares do 2º Pelotão de Policiamento Militar Ambiental de Canela, após denúncias, realizaram verificação em área as margens de um arroio, na Rodovia RS-476 (Passo do Inferno). No local, foram constatados quatro homens realizando a edificação de uma casa em madeira. As terras são parte de uma área maior, tendo sido realizado o parcelamento irregular do solo. Além do parcelamento, foi constatado o corte de vegetação nativa e a edificação de um acampamento que dava suporte a obra, tudo atingindo a Área de Preservação Permanente do arroio.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

De acordo com a versão dos homens, a área foi comprada, pelo valor de R$ 250.000,00, de um homem muito conhecido da população canelense, que atua na compra, venda e invasões de áreas públicas e particulares, sempre de forma criminosa e por vezes com violência físicas e morais à suas vítimas.

Além dos fatos narrados acima, no local havia um cão, de propriedade de um dos indivíduos, o qual sofreu um ferimento acidental há alguns dias, e por não ter sido medicado já apresentava miíase (bicheiras).

Com os fatos, os homens foram presos e apresentados na delegacia pelos crimes de parcelamento ilegal do solo, danos a vegetação nativa, construção em área não-edificável e maus tratos.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

Ainda durante a atuação, os policiais coletaram documentos e informações que levam ao envolvimento de pelo menos mais seis (6) pessoas no esquema, entre elas um contabilista, um advogado e uma pessoa do ramo da tecnologia, todos muito conhecidos da população canelense.

A ocorrência será remetida a Polícia Civil de São Francisco de Paula, para investigação.

Foto: Reprodução/PATRAM