Canela,

21 de junho de 2024

Anuncie

Ju Alano

EDUCAÇÃO FINANCEIRA

Juliana Alano

VENDER MAIS PARA GANHAR MAIS. SERÁ? • Juliana Alano

Compartilhe:

Caro leitor, quando abrimos um negócio o seu objetivo maior é gerar lucratividade, mesmo nas empresas sem fins lucrativos, pois é através da lucratividade que podemos investir e inovar constantemente, garantido a permanência no mercado a longo prazo.

Logo, a maioria dos empresários se preocupa muito em vender, equipes de vendas são treinadas, os processos são direcionados para venda, afinal é através dela que existe a entrada de dinheiro, e até aqui tudo normal. Mas a grande questão é que só vender mais não nos garante ganhar mais, até porque receita é diferente de lucratividade, como diz o treinador de venda de alto impacto Ricardo Cattani.

• SIGA A JULIANA NO INSTAGRAM

Vender mais exige uma estratégia comercial que consista em processos de atração, captação de contatos, construção de relacionamentos e conversão de venda. Ganhar mais está conectado ao desejo de liberdade financeira, a ambição de ter dinheiro para conquistar sonhos e realizar desejos. Tornar-se livre financeiramente requer processos eficientes para trocas de produtos ou serviços por mais dinheiro, nesta linha, fica fácil acreditar que vender mais significa ganhar mais, mas a verdade é que não necessariamente se ganha mais pela quantidade de produto vendido, e sim pela margem de ganho sobre uma venda.

No cenário econômico atual, você precisa criar um modelo de negócio no qual os seus produtos e serviços resolvam as dores do seu cliente, é necessário posicionar sua marca como autoridade construindo um forte valor de mercado. Por isso, precisa ser inovador e principalmente adaptar seu segmento nos caminhos da escalabilidade com o lucro real desejado. Bem como construir canais de acesso as pessoas pelo marketing tradicional e digital para sobreviver a tanta concorrência.

Vou concluir a coluna de hoje com duas dicas importantes, os CLIENTES compram de quem eles GOSTAM e COFIAM. E não esqueça que COMPRAR bem é tão importante quanto VENDER bem.