Canela,

17 de junho de 2024

Anuncie

Polícia Civil deflagra operação para investigar responsáveis por atos antidemocráticos durante manifestações em Canela

Compartilhe:

Fatos aconteceram no início de novembro de 2022, na localidade do Saiqui, durante bloqueios da rodovia

A Polícia Civil de Canela realizou operação policial na manhã desta terça-feira (28), ocasião em que cumpriu quatro mandados de busca e apreensão na cidade. A ação, que contou com a participação de sete policiais civis, buscou identificar lideranças e financiadores da prática de atos antidemocráticos em Canela no dia 1º de novembro de 2022, quando veículos e maquinário pesado foram utilizados para obstruir vias públicas, impedindo o tráfego de veículos na Rodovia ERS-235, no Bairro Saiqui, nas proximidades do trecho que dá acesso à cidade de Bom Jesus e ao Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio.

Segundo a PC, na ocasião, além de corte de árvores, derrubadas e colocadas na via pública, pneus foram utilizados para formar uma fogueira, danificando inclusive o asfalto.

Ao todo, quatro mandados de busca e apreensão foram realizados na manhã desta terça-feira, sendo dois deles em Canela e outros dois em Gramado. Os locais não foram informados pela Polícia Civil, que mantém o andamento das investigações sob sigilo.

O Delegado Vladimir Medeiros, titular da Delegacia de Polícia de Canela, informa que os investigados podem responder por crimes que atingem a democracia vigente, as instituições públicas, o processo eleitoral e o funcionamento de serviços – públicos e privados – essenciais, além de poderem representar crimes contra o Estado Democrático de Direito, protegidos especialmente pelo Título XII do Código Penal (artigo 359-I e seguintes).

Foto: Arquivo Folha