Canela,

12 de abril de 2024

Anuncie

Em interlocução com instituição do Nordeste, Mestrado em Educação da UCS reúne alunos de diversos estados brasileiros

Compartilhe:

Foto: Bruno Zulian.

Atividades são desenvolvidas na modalidade interinstitucional a partir de parceria entre UCS e Centro de Excelência em Educação do Nordeste – CEEN

Em encontro de acolhida para o início do semestre, alunos de diferentes estados brasileiros (Ceará, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Bahia e Pará) estiveram no Campus-Sede da Universidade de Caxias do Sul nesta semana. O grupo compõe a turma do Mestrado Interinstitucional em Educação da UCS, desenvolvido em parceria com o Centro de Excelência em Educação do Nordeste – CEEN, sediado no estado do Ceará.

A comitiva, composta por nove estudantes, junto a professores e orientadores do Programa de Pós-Graduação em Educação, foi recebida pelo reitor da UCS, Gelson Leonardo Rech, e integrantes da gestão acadêmica no Gabinete da Reitoria, no dia 6 de março, dentro de cronograma que se estendeu até o dia 8. A programação incluiu visita à Biblioteca Central, seminário e socialização dos percursos de pesquisa, bancas de qualificação e defesa, encontros de orientação e de grupos de pesquisa, oficina e minicurso. Entre os temas abordados, as práticas mediadas pelas tecnologias digitais – ensino remoto; escrita, conceito e empiria; e currículo lattes.

RECEBA GRATUITAMENTE NOSSAS NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

A classe, que desenvolve atividades desde 2021, conta com 13 mestrandos regularmente matriculados. Dentre os participantes, três já defenderam suas dissertações entre 2022 e 2023 – o mais recente, Francisco de Miranda França Júnior, no dia 6 de março, na UCS. Intitulada “Docência e qualidade de vida em tempos de pandemia/pós pandemia: uma análise nas trilhas da biopolítica na contemporaneidade no Município de Touros/RN”, sua dissertação, orientada pelo professor da UCS Geraldo Antônio da Rosa, foi aprovada na presença de todo o grupo, que celebrou o feito.

Confira, nas palavras de colegas da turma, as impressões relacionadas à vivência no curso e em Caxias do Sul:

Robélia Aragão da Costa, de Nova Soure, na Bahia, destaca a importância do papel da UCS, iniciado durante a pandemia, de possibilitar que pessoas de vários cantos do país se reunissem, mesmo que a distância, para falar de educação. “Ao trazer essa pauta, acaba rompendo fronteiras e acolhendo, por exemplo, os baianos, já que aqui estou, representando muitos destes que estão lá, mostrando que o conhecimento, a cultura e a nossa identidade são nacionais”, pontua. “Essa identidade deve ser respeitada em sua pluralidade, em seus desafios, mas também em suas conquistas. E estar aqui é abraçar oportunidades de realização de sonhos, realizações profissionais, que nos levam a acreditar, cada vez mais, que a educação tem um poder transformador: que é transformar pensamentos excludentes, discriminatórios, em pensamentos que sejam acolhedores e respeitosos”, defende, ao falar de um Brasil que é plural e rico em sua singularidade e ressaltar o acolhimento durante a experiência na Universidade, esperando que a Instituição possa manter as portas abertas para outros que desejarem viver essa experiência.

Para Francisco Jucelio dos Santos, de Brejo Santo, no Ceará, a participação no curso de mestrado representa a concretização de um sonho, iniciado virtualmente, por conta da pandemia. “Mesmo a partir da tela tivemos a oportunidade de perceber a seriedade da instituição, como também a amorosidade, o compromisso com que todos os profissionais nos acolhem, nos tratam e tratam o programa. A vinda à UCS representa a materialização daquilo que nós imaginávamos: tivemos oportunidade de encontrar professores, colegas, o que representa um momento rico de trocas de experiências e, sobretudo, de vivenciar a afetividade que nós percebemos e sentimos ao longo do processo. Além de todos os aprendizados, levamos também o abraço caloroso e a acolhida de todos os que fazem parte do Programa e da UCS”, contou.

15 anos de PPGEdu

O próprio PPG em Educação foi pauta relevante da programação, pela celebração aos 15 anos do programa na UCS. O encontro, no dia 7 de março, teve como tema histórias e perspectivas relacionadas à trajetória, compartilhadas a partir de conversa entre os atuais coordenador e coordenadora adjunta do Programa, Vanderlei Carbonara e Andréia Morés, com os ex-coordenadores Jayme Paviani, Terciane Luchese, Flávia Ramos e Carla Valentini. Os docentes relataram elementos da concepção e da implantação do Programa, destacando aspectos científicos e os vínculos de relações humanas constituídos.

A atividade reuniu presencialmente alunos das turmas do Campus-Sede e dos campi de Nova Prata e Bento Gonçalves, além do Mestrado Interinstitucional, e, de forma remota, estudantes do Doutorado Interinstitucional.

RECEBA AS NOSSAS NOTÍCIAS AGORA TAMBÉM PELO TELEGRAM

O Programa de Pós-Graduação em Educação, hoje avaliado pela CAPES com conceito 5 – que o posiciona entre os mais qualificados do país -, teve seu curso de Mestrado recomendado pela CAPES em 2007 e iniciou suas atividades letivas em 2008. Em 2016, iniciou o curso de Doutorado.

Já formou 268 mestres e 47 doutores, e hoje reúne 161 mestrandos e doutorandos vinculados. O curso de Mestrado, além do Campus-Sede e dos campi de Nova Prata e Bento Gonçalves, é desenvolvido com a turma do Mestrado Interinstitucional em parceria com o CEEN. O doutorado é ofertado regularmente na sede e pelo programa de Doutorado Interinstitucional em parceria com a UNIPLAC.