Canela,

12 de abril de 2024

Anuncie

Cáritas: STF nega pedido de liberdade de Ângelo Sanches

Compartilhe:

A defesa de Ângelo Sanches, preso desde 14 de dezembro de 2022, quando foi deflagrada a 10ª fase da Operação Cáritas, segue com a tentativa de relaxamento da prisão preventiva.

Após diversos pedidos na 1ª Vara Judicial de Canela e na 4ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, Sanches apelou ao Supremo Tribunal Federal, com pedido de Habeas Corpus que ficou a cargo do relator, Ministro Luís Roberto Barroso.

Em decisão da última segunda (13), Barroso negou o prosseguimento do pedido, ainda, afirmou que, “dessa forma, não obstante os três investigados serem primários, terem endereço certo e não serem acusados de crimes com violência ou grave ameaça, é inarredável que a condição pessoal (de Ângelo) difere dos demais, vez que seu papel de liderança e absoluta influência foram fundamentais para o sucesso da empreitada”.

Sanches segue cumprindo a prisão preventiva no Presídio Estadual de Canela. Na próxima sexta (17), haverá nova audiência de instrução para um dos processos em que ele é reu.